sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Online Telecon informa reparo programado para a meia noite desta sexta-feira, 18


Caros clientes de Camocim- CE, informamos que para a melhoria contínua de nossos serviços, a On Line Telecon informa que estará realizando manutenção preventiva de nossa rede de transmissão, no horário de 00:00h até às 02:00 da manhã do dia 18/01/2019. 

Agradecemos a sua compreensão.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Suspenso convênio entre Prefeitura de Camocim/Funcepe/Funece por indícios de irregularidades

O colegiado do TCE Ceará homologou, na sessão plenária desta terça-feira (15/1), Medida Cautelar suspendendo imediatamente o Convênio nº 001/2018, firmado entre a Prefeitura de Camocim e a Fundação de Cultura e Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Funcepe)/Funece. Os autos serão encaminhados à Secretaria de Controle Externo do TCE Ceará a fim de que seja feito um levantamento de todas as possíveis irregularidades e os respectivos responsáveis.

A Corte também determinou à prefeitura do Município que se abstenha de realizar novos contratos de gestão e/ou convênios que tenham como objeto a contratação de pessoal, em burla à regra constitucional do concurso público, até ulterior deliberação deste Tribunal.

Foi concedido um prazo de vinte dias para que a gestora se manifeste acerca da Representação. O processo nº 24344/2018-5 foi relatado pelo auditor Itacir Todero.

Fonte: TCE

Granja tem maior chuva do Ceará entre quarta (16) e quinta (17)

Balanço da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), divulgado na manhã desta quinta-feira (17), apontou que entre o início de quarta-feira (16) e esta quinta-feira (17), o município de Granja registrou os maiores números de chuva no Estado: foram 81 mm,  segundo boletim divulgado às 11h40.
A previsão da Funceme é de mais chuvas em todas as regiões do estado nesta sexta-feira (18) e sábado (19). 
Também houve chuva forte em Moraújo (54 milímetros), Novo Oriente (53,8), Santana do Acaraú (53,4), Sobral (42,7) e Barroquinha (40,3).
Prognóstico de chuvas para o trimestre
A Funceme divulga, na manhã desta sexta-feira, o prognóstico de chuvas para o trimestre fevereiro-março-abril de 2019. O evento acontecerá no auditório do Palácio da Abolição. Na sexta, o prognóstico com as probabilidades de cada uma das três categorias (abaixo, em torno e acima da média histórica) referentes ao acumulado de precipitações nos três primeiros meses da quadra chuvosa será apresentado pelo presidente da Funceme, Eduardo Sávio Martins.

Diário do Nordeste/Foto: André Martins

Camocinense é selecionado para intercâmbio de inglês no Canadá pelo IFCE Camocim


Seu nome é Breno Furtuna, 24 anos, estudante do curso de letras Português/Inglês, aluno do Instituto Federal de Educação do Ceará - Campus Camocim. Ele faz parte de um seleto grupo de alunos cearenses que ganharam a oportunidade de realizar um intercâmbio no Canadá, através do programa IFCE internacional. 

Breno é o único aluno de Camocim e região norte do Ceará a conquistar a vaga na disputada seleção. 

Direto da cidade de Thunder Bay, no país canadense, onde o aluno está instalado, veio o agradecimento pessoal: “muito obrigado a todos do IFCE, a instituição, é um exemplo de qualidade e competência, inclusive a administração do Campus daqui, na pessoal da Celestina Rocha, chefe da administração e do Gilson Cordeiro, diretor do campus.”

No edital 2018 do programa de ensino, um outro aluno da mesma instituição de Breno também conquistou intercambio e já se prepara para ir a Portugal desenvolver tecnicas e aprimorar sua aprendizagem. 

André Martins/Foto Breno Furtuna


quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Cavalo desmaia quando puxava carroça em Sobral

Um cavalo desmaiou quando puxava uma carroça na manhã desta quarta-feira, 16. O registro foi feito por um leitor do Sobral Portal de Notícias, na Avenida José Euclides Ferreira Gomes em Sobral. 

Uma mulher que presenciou toda a cena, registrou o caso e reclamou: "O cavalo caiu de exaustão e fome no chão durinho. Até quando vai ser permitido esse tipo de coisa aqui em sobral contra os animais?"

Via SPN

Assassinato de Mulheres cresce 25% em 2018 no Ceará

Lidiane Gomes da Silva, 22, é a mais recente vítima, no Ceará, de um ciclo de violência doméstica que culminou em sua instância máxima: assassinato. Morta pelo ex-namorado em um shopping no município de Maracanaú, ontem, a jovem encorpa estatísticas cada vez mais preocupantes, a de mortes violentas por razão de gênero, ou seja, pelo fato de ser mulher. Assim se constitui o crime de feminicídio.
No geral, o número de assassinato de mulheres vem crescendo no Ceará. Entre 2017 e 2018, o aumento foi de pelo menos 25%, segundo levantamento parcial da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Das 457 mortes registradas no ano passado (dados de dezembro não finalizados), 24 foram classificadas como feminicídio. Os números, no entanto, podem ser ainda maiores com a consolidação dos dados pela Pasta.
O crime que vitimou a vendedora no seu local de trabalho teve como motivação o inconformismo pelo rompimento da relação, aponta a investigação. Em relato da própria vítima durante conversa - obtida pelo Sistema Verdes Mares- tida com um amigo por rede social, ela dizia ter sofrido ameaças do ex-companheiro
Alighiery Silva de Oliveira, 25, trabalhava como auxiliar administrativo terceirizado no 24º Distrito Policial e furtou uma arma da unidade para cometer o crime. O atirador se matou em seguida.
Casos como o de Lidiane quase sempre decorrem de um ciclo de violência doméstica já em andamento pelos agressores, segundo explica a superintendente do Instituto Maria da Penha, Conceição de Maria Mendes. “O feminicídio é um crime anunciado, cometido unicamente pelo fato da vítima ser mulher, dela estar numa relação de posse, numa relação violenta, abusiva, em que acontecem muitas ameaças, cerceamento do direito de ir e vir, muitas vezes do direito de trabalhar, e ela é afastada dos seus grupos de convívio. É uma relação em que ela não pode se desenvolver. Começa com uma violência psicológica que vai aumentando e culmina na física”, destaca.
Políticas Públicas
Como forma de prevenção, a especialista reforça a importância da criação de políticas públicas mais efetivas e voltadas para o atendimento à mulher em situação de violência, em que, por meio destas, as vítimas possam reconhecer o cenário de abuso e buscar a proteção necessária. Como, por exemplo, os serviços prestados pelo Centro de Referência da Mulher, segundo aponta Mendes.
“Lá ela vai entender que nunca pode imaginar uma ameaça como da boca para fora. É num centro de referência que a mulher vai entender estar passando por um ciclo de violência que pode terminar em feminicídio. A violência não é somente física. A partir da psicológica ela já pode fazer uma denúncia, registrar um Boletim de Ocorrência ou solicitar uma medida protetiva. Detectar a relação abusiva desde o início e pedir logo ajuda é primordial pra romper com esse ciclo”, afirma.
Considerada um importante marco na luta das mulheres contra a violência, a Lei do Feminicídio (13.104/2015) esbarra, contudo, num sistema ainda deficitário de acolhimento e proteção, segundo aponta a superintendente do Instituto Maria da Penha. 
Uma das principais falhas está na centralização das políticas públicas nas capitais. “O Ceará só tem 10 delegacias da mulher. Existe uma lei estadual que diz que, a partir de 60 mil habitantes, pode-se ter uma delegacia especializada, então temos um déficit de aproximadamente 17 municípios que poderiam ter e não têm. Outros equipamentos, como o próprio Centro de Referência da Mulher, é para existir em todas as cidades. Por menores que sejam, as prefeituras devem incluir esse equipamento, seja dentro de um CRAS, de um posto de saúde ou hospital, para que ela seja orientada a como romper o ciclo da violência, porque sozinha em muitos casos ela não consegue”, fala. 

Diário do Nordeste

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Genésio Vasconcelos cotado para a assumir a Procuradoria da Câmara de Camocim

O presidente do legislativo de Camocim, César Veras (PDT), aos poucos vai tomando suas decisões internas, e uma das primeiras vai ser nomear o novo Procurador da Câmara Municipal, que deverá ser o ex-vereador e advogado Genésio Vasconcelos, com larga experiência no parlamento e com grandes conhecimentos no Direito Administrativo, principalmente na área Pública.

Em conversa com o site “Política em Evidência”, Genésio Vasconcelos disse que teria uma conversa com César para acertar alguns detalhes que estava faltando, mais existindo a possibilidade de 90% de chances de trabalhar como Procurador da Câmara na gestão do presidente César Veras. 

“Gosto de atuar na área e por ter exercido a função de vereador, creio que teremos maior facilidade de executarmos os nossos trabalhos aos edis. Já fui Procurador da Câmara na gestão do ex-presidente Régis da Ipu, e vamos conversar com o atual presidente”. Concluiu Genésio.

Política em Evidência

Camocim na lista dos municípios cearenses que terão direito à posse de arma de fogo

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) estuda associar a liberação simplificada do posse de armas de fogo para quem mora em cidades com maiores taxas de homicídio. No Ceará, são pelo menos 154 municípios com mais de 10 homicídios por 100 mil habitantes. Isso porque 18 municípios não têm números definidos no Atlas da Violência, documento do Instituto Nacional de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e outros 12 tiveram taxa inferior. 

assinatura do decreto que flexibiliza a posse de armas, segundo informou a Casa Civil, acontece nesta terça-feira, 15. O decreto refere-se exclusivamente à posse de armas. O porte de arma de fogo, ou seja, o direito de andar com a arma na rua ou no carro não será incluído no texto. Leia mais aqui
Números nacionais antecipam que três em cada quatro brasileiros poderão ser incluídos no decreto de Bolsonaro. Levantamento do jornal O Estado de S. Paulo, com base em dados preliminares referentes a 2017 registrados pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, mostra que, nesse caso, a medida atingiria 3.485 das 5.570 cidades, ou 62% dos municípios do País. Neles, vivem 159,8 milhões de pessoas (76% da população brasileira).

No Ceará, 88,5% dos municípios poderão ter acesso facilitado a armas, assim como 95,7% dos municípios de Pernambuco, 95,4% do Acre, 92% de Alagoas, 90% do Pará e 89% de Sergipe. Os cinco estados são os que concentram o maior número de municípios com alto percentual de homicídios em seus territórios. 

As cidades que poderão ter as regras alteradas concentram 94% dos homicídios. Na outra ponta, São Paulo (36,1%), Piauí (39,2%) e Santa Catarina (40%) têm a menor proporção de cidades violentas. A cidade de São Paulo seria a única capital a não ser englobada pela medida.

A Polícia Federal, além de documentos e exames psicológicos e de capacidade técnica, exige hoje que o cidadão apresente justificativa de “efetiva necessidade” para a posse de arma - o que permite ter o equipamento dentro de casa ou de estabelecimento comercial. O decreto de Bolsonaro deverá dizer o que objetivamente seria uma justificativa aceitável. Uma das ideias em estudo, segundo revelou o próprio presidente, seria afrouxar essa “efetiva necessidade”. Ou seja, justificar a posse de arma por habitar uma cidade violenta e, assim, ter a posse mais rapidamente concedida. 
Entenda
Os registros do Atlas englobam várias causas de mortes intencionais, como arma de fogo, arma branca (faca) e agressões corpo a corpo. O dado, porém, não inclui mortes causadas em ações policiais, que em alguns Estados, como São Paulo e Rio, podem ser significativas ante o total de homicídios. 

Como o Ministério da Justiça não produz dado atualizado e completo sobre violência, a expectativa é de que Bolsonaro se baseie nos dados do Ministério da Saúde e no Atlas do Ipea.

Ao Estadão, o coordenador do Atlas, o economista Daniel Cerqueira, criticou na última sexta, 11, a eventual escolha do método. Segundo ele, pode haver distorções. “O governo tem de explicar a escolha desse parâmetro (taxa acima de 10 por 100 mil). O que vai ser dito para a cidade que tem 9 homicídios por 100 mil? E as cidades pequenas que tiveram dois assassinatos e, mesmo assim, têm taxa acima de 10?. Além disso, pode haver distorções, já que há uma quantidade considerável de mortes por causas indeterminadas”.

O pesquisador critica também o aspecto geral da medida. “Se o Estado está interessado em reduzir a violência, deveria olhar para as evidências científicas e não passar por cima dos estudos. Armar a população vai jogar mais lenha na fogueira dos homicídios e agravar a miséria da segurança pública atual.”

A medida, defende Bolsonaro, garante o direito da população em ter uma arma para legítima defesa. Poderá, segundo o presidente, fazer frente à violência crescente nas cidades.

Lista dos municípios cearenses onde deve ser liberada a posse de armas
por ordem alfabética 

Abaiara
Acarape
Acaraú
Acopiara
Aiuaba
Altaneira
Alto Santo
Amontada
Antonina do Norte
Apuiarés
Aquiraz
Aracati
Aracoiaba
Araripe
Aratuba
Arneiroz
Assaré
Aurora
Banabuiú
Barbalha
Barreira
Baturité
Beberibe
Bela Cruz
Boa Viagem
Brejo Santo
Camocim
Campos Sales
Canindé
Capistrano
Caridade
Cariré
Caririaçu
Cariús
Carnaubal
Cascavel
Catarina
Caucaia
Cedro
Choró
Chorozinho
Coreaú
Crateús
Crato
Deputado Irapuan Pinheiro
Eusébio
Farias Brito
Forquilha
Fortaleza
Fortim
Frecheirinha
General Sampaio
Guaiúba
Guaraciaba do Norte
Horizonte
Ibiapina
Ibicuitinga
Icapuí
Icó
Iguatu
Independência
Ipaporanga
Ipu
Ipueiras
Iracema
Irauçuba
Itaiçaba
Itaitinga
Itapagé
Itapipoca
Itapiúna
Itarema
Itatira
Jaguaretama
Jaguaribara
Jaguaribe
Jaguaruana
Jardim
Jati
Jijoca de Jericoacoara
Juazeiro do Norte
Jucás
Lavras da Mangabeira
Limoeiro do Norte
Madalena
Maracanaú
Maranguape
Marco
Massapê
Mauriti
Milagres
Milhã
Missão Velha
Mombaça
Monsenhor Tabosa
Morada Nova
Mulungu
Nova Olinda
Nova Russas
Novo Oriente
Ocara
Orós
Pacajus
Pacatuba
Pacoti
Pacujá
Palmácia
Paracuru
Paraipaba
Parambu
Pedra Branca
Penaforte
Pentecoste
Pereiro
Pindoretama
Piquet Carneiro
Poranga
Porteiras
Potengi
Potiretama
Quiterianópolis
Quixadá
Quixelô
Quixeramobim
Quixeré
Redenção
Russas
Saboeiro
Salitre
Santana do Acaraú
Santana do Cariri
Santa Quitéria
São Benedito
São Gonçalo do Amarante
São João do Jaguaribe
São Luís do Curu
Senador Pompeu
Sobral
Solonópole
Tabuleiro do Norte
Tamboril
Tarrafas
Tauá
Tejuçuoca
Tianguá
Trairi
Tururu
Ubajara
Umirim
Uruburetama
Varjota
Várzea Alegre
Viçosa do Ceará 

Com informações do O Estado de S. Paulo
Redação O POVO Online

Policial Civil Luis Mauro Albuquerque está no epicentro da maior crise de segurança do Ceará

Secretário Penitenciário do Ceará Luis Mauro de Albuquerque

O policial civil Luís Mauro Albuquerque está no epicentro da maior crise de segurança pública do Ceará, que já dura mais de 10 dias. Ao tomar posse como secretário de Administração Penitenciária, no último dia 1º de janeiro, Albuquerque fez duras declarações contra o crime organizado no estado. Disse que não reconheceria a atuação das facções criminosas e que acabaria com a separação desses grupos por presídios no estado.

Com origem no Distrito Federal, onde construiu a carreira na Polícia Militar e, depois, na Polícia Civil, em que chegou a ser diretor penitenciário, Albuquerque ganhou notoriedade nacional ao coordenar uma força-tarefa federal, em 2017, para conter um motim no presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. A rebelião, com duração de 13 dias, resultou na morte de 26 detentos. 

No Ceará, atuam pelo menos três grandes facções: o Comando Vermelho (CV), do Rio de Janeiro; o Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo; e os Guardiões do Estado (GDE), fundado em território cearense. Há ainda franjas da Família do Norte (FDN), do Amazonas, com atuação no Ceará, mas em proporção bem menor.

No O Estado

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Atum pescado no CE representa até 62% do nacional; Camocim se destaca na produção

Na contramão de vários negócios, o mercado produtor de atum no Ceará atingiu o status de maior fornecedor entre os estados brasileiros em menos de cinco anos de atuação. Das 27 mil toneladas geradas anualmente no País, entre 13 mil e 17 mil partem do território cearense, segundo ressalta o empresário e ex-secretário da Agricultura e Pesca do Ceará, Euvaldo Bringel, o que representa até 62% do volume do pescado no País.
O ex-secretário aponta a atividade como a mais recente descoberta local. Em apenas um mês, é pescado uma média de 1,1 milhão de quilos através de 130 barcos que atualmente estão em atividade no litoral do Estado.
E o volume está em constante crescimento desde quando este mercado surgiu no Ceará. Em 2017, foram produzidas 12 mil toneladas de atum, número que cresceu 50% no ano passado, atingindo 18 mil toneladas, segundo informa o diretor de Agronegócio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Silvio Carlos Ribeiro. "Para 2019, nós devemos chegar às 24 mil toneladas fácil - um avanço de 33%", pontua.

Diário do Nordeste

Seis presos da cadeia pública de Camocim são transferidos para a capital


Por determinação do Secretário de Administração Penitenciária, Luís Mauro, 6 presos da Cadeia Pública de Camocim, considerados "problemáticos", foram transferidos para a capital cearense. 
A operação, realizada no início da madrugada desta segunda-feira (14), contou com a escolta do Grupo de Operações Regionalizadas (Gore) do Sistema Penitenciário e agentes penitenciários. Dependendo da situação na unidade prisional, outras transferências poderão acontecer em breve. 
Segundo informações obtidas pelo blog, os Agentes Penitenciários lotados na Cadeia de Camocim, que poderá fechar em breve, estão trabalhando até na folga para ajudar o sistema e controlar os distúrbios. As transferências fazem parte da série de ações do Governo do Estado contra o crime. 

Camocim Online

Camilo sanciona novas leis de segurança aprovadas na AL

As novas leis da Segurança Pública já estão em vigor no Ceará. Isso porque o governador Camilo Santana sancionou todas as propostas aprovadas pelos deputados, em sessão extraordinária, no sábado (12). As matérias foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE), neste domingo (13), e já podem ser aplicadas pelo Executivo Estadual. 
As  matérias foram aprovadas por unanimidade pelos 36 parlamentares presentes à plenária deliberativa. Pelo menos 12 emendas também foram apreciadas pelos deputados, que se reuniram por mais de seis horas no sábado. 
Em publicação no Facebook, o governador Camilo Santana informou o ato de sanção, destacando ainda que as leis entram em vigor de imediato. "Todos unidos por um Ceará cada vez mais seguro. A luta contra a violência é de todos nós!", concluiu o chefe do Executivo. 
A partir de agora, os policiais militares poderão trabalhar até 84 horas extras mensais, inclusive, nos dias de folga. Foi criado ainda o Fundo de Segurança Pública e Defesa Social para estruturar a pasta.  
Uma das matérias permitiu também a reversão para a Ativa daqueles policiais que estão na Reserva.  O Governo do Estado criou ainda a Lei de Recompensa para Cidadãos que fornecerem informações relevantes à Polícia para punição de infratores. 
Também foi criado o banco de informações sobre veículos desmontados, além de criadas regras de restrição ao uso dos entornos dos presídios do Estado para evitar fugas e garantir mais segurança nestes locais.

Diário do Nordeste