quinta-feira, 18 de julho de 2019

MPCE pede prisão de prefeito afastado de Uruburetama acusado de abusar pacientes

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) pediu à Justiça a prisão preventiva do médico José Hilson de Paiva, prefeito afastado de Uruburetama. Hilson de Paiva é investigado por abusar sexualmente de pacientes e filmar as abordagens criminosas em consultório.
O requerimento foi formulado pelo MPCE por meio da Promotoria de Justiça de Uruburetama.
O pedido do Ministério Público destaca que, mesmo afastado de ambas as funções, Hilson de Paiva é influente no município e no meio político cearense. Conforme o MPCE, ele seria capaz de coagir, constranger, ameaçar, corromper e praticar atos que podem comprometer a investigação do MPCE e da Polícia Civil.
A Promotoria de Justiça de Uruburetama ouviu quatro mulheres que relataram ter sido vítimas do prefeito e instaurou Notícia de Fato após a divulgação dos primeiros vídeos, em março do ano passado.
A Polícia Civil abriu inquérito policial logo após o MP solicitar informações sobre o caso. A Polícia chegou a sugeriu o arquivamento do caso com a conclusão do inquérito em dezembro de 2018, mas o MPCE pediu que a Polícia fizesse novas diligências.
Já na área cível, a Promotoria ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) por improbidade administrativa em desfavor de José Hilson, também no fim do ano passado.
Em junho deste ano, antes da divulgação de novos vídeos pela imprensa nacional, o MPCE instaurou outro procedimento. O Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc), responsável pelo procedimento, ouviu seis vítimas e uma testemunha.
Com a divulgação dos novos vídeos, a Polícia instaurou novo inquérito no último dia 15. Novas vítimas começaram a ser ouvidas em Uruburetama. De acordo com o MPCE, no mínimo 18 vítimas já foram identificadas e serão convidadas para prestarem depoimento.
Além da Promotoria de Uruburetama, a Promotoria de Justiça de Cruz recebeu depoimentos das primeiras quatro vítimas que se apresentaram à delegacia após a divulgação dos vídeos na imprensa. O MPCE informou que, antes disso, não havia denúncias contra José Hilson.

Via Opovo

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Bugueiro morre afogado em lagoa durante passeio em Jericoacoara

A polícia registrou uma morte por afogamento durante a tarde desta terça-feira nas proximidades da Internacional Praia de Jericoacoara, mais precisamente na Lagoa do Amâncio. 
De acordo com as informações, um grupo de bugueiros e turistas realizava um passeio e junto estava um bugueiro conhecido como Ivan Teixeira da Mota, 23 anos, que havia chegado de São Paulo há  cerca de duas semanas e tinha pouca experiência na atividade. Na chegada da lagoa o grupo teria parado parar tira fotos e um mergulho. Um dos turistas que não quis se identificar teria visto quando Ivan teria se distanciado da margem da lagoa e começado a se afogar. O turista ainda tentou salvá-lo mais não foi possível. Ele voltou para a margem e pediu socorro. Equipes do Corpo de Bombeiros trabalharam nas buscas por cerca de quatro horas e somente às 18h encontraram o corpo da vítima. Até o início da noite, as equipes aguardavam a chegada da Perícia Forense para a retirada do corpo do local.

Via Camocim Polícia 24 horas/Via Facebook Idomilson Martins 

Beto Barbosa no GranChitão marca a volta do rei da lambada aos palcos

O cantor Beto Barbosa, considerado o rei da lambada no Brasil, foi anunciado como uma das atrações de peso do festival junino de Granja - GranChitão. A data da apresentação ainda  será anunciada. 

Beto venceu, recentemente, intensa batalha contra o câncer. Doença o qual manteve afastado dos palcos desde o ano passado. Somente em abril deste deste ano, o cantor voltou a viajar pelo Brasil com seu show. 

O GranChitão 2019 ocorre na cidade de Granja nos dias 26, 27 e 28 deste mês e reunirá dez atrações no palco da avenida Beira Rio. Esta edição do evento, será marcada pela maior mistura de ritmos e gerações musicais do Ceará. 

André Martins

terça-feira, 16 de julho de 2019

Polícia Militar do Ceará tem sua primeira mulher promovida a coronel


A tenente-coronel Cléa Pontes Medeiros Beltrão teve sua promoção para o posto de coronel da Polícia Militar do Ceará assinada por Izolda Cela, que estava no exercício do governo, na última semana.
O decreto saiu publicado nessa segunda-feira no Diário Oficial do Estado.
Cléa Pontes é a primeira mulher na Corporação a alcançar essa promoção.
Parabéns para ela que conhecemos quando atuava na segurança da primeira-dama Renata Jereissati (Governo Tasso Jereissati).

Via Blog Eliomar de Lima 

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Médico cearense acusado de abuso sexual teria violentado cerca de 30 pacientes da cidade de Cruz

O médico e prefeito de Uruburetama, José Hilson Paiva, pratica há décadas o crime de abuso sexual de suas pacientes, conforme denúncias de mulheres que procuraram o ginecologista em busca de consulta. O G1 teve acesso a 63 vídeos, filmados pelo próprio médico, com as pacientes. As gravações mostram Hilson com a boca nos seios de mulheres sob o pretexto de estar tirando secreção e penetrando as pacientes, alegando que precisava "desvirar" o útero delas.
Especialistas que assistiram aos vídeos afirmam que em nenhum momento Hilson Paiva realizou um atendimento ginecológico. "Trata-se de um monstro", e as imagens "demonstram claramente um estupro da paciente", avaliam profissionais da Associação Médica Brasileira.
O Ministério Público ouviu o relato de seis mulheres que dizem ser vítimas de abuso do médico. O prefeito afirma que nunca fez "nada forçado" e que as acusações são "jogada da oposição". "Querem me derrubar", argumenta Hilson de Paiva.
Os vídeos não podem ser publicados porque há mulheres nuas nas imagens e cenas de abuso sexual. Elas denunciam o prefeito desde a década de 1980, o que não resultou em condenação até então. Em outros casos, as mulheres relataram que tinham medo de denunciar o gestor porque dependiam da Prefeitura de Uruburetama para ter emprego no serviço público.
"Nunca tinha ido em consulta nenhuma. Não sabia como funcionava. Se ele estava dizendo que era daquela maneira, eu tinha que acreditar", relata uma mulher que diz ter sido abusada por Hilson de Paiva e que não quer se identificar.
O doutor Hilson, como gosta de ser chamado, tem 70 anos, atende em hospitais públicos e também é político. Ele foi eleito prefeito de Uruburetama em 2016 com 76% dos votos.
Onze mulheres ouvidas pelo Fantástico afirmaram que buscaram Hilson de Paiva pela boa reputação que ele tinha como médico na cidade. "Todo mundo tem ele como uma pessoa boa, sem saber o que ele faz", afirma outra vítima.
Elas contam que eram atendidas em consultório particular na casa de José Hilson e também no Hospital Municipal da cidade.
Uma delas foi abusada quando tinha 14 anos. Atualmente maior de idade, ela diz que nunca contou nada pra ninguém sobre o caso e que voltava a se consultar com o doutor Hilson porque ele era o único ginecologista de Uruburetama.
Outra vítima estava com um nódulo no seio quando marcou uma consulta com o médico. "Fiquei nua. Eu achei estranho foi ele usar um canudo e chupar os meus seios."
Em cinco dos 63 vídeos aos quais o G1 teve acesso, o Hilson de Paiva aparece com a boca nos seios das pacientes. Ele fala que é um procedimento médico para ver se há secreção. “Diminuindo, melhorou", argumentava o médico após o procedimento abusivo.
"O que eu vi é uma maneira muito fácil de ludibriar as pessoas. Você não vai preparada pra lidar com uma situação dessa. A gente vai muito preparada pra ficar curada", relata outra paciente do médico.
O secretário-geral da Associação Médica Brasileira, Antônio Jorge Salomão, assistiu aos vídeos e avaliou o conteúdo. Para ele, nenhuma das imagens mostra, a qualquer momento, um procedimento médico. "Em nenhum momento da humanidade existe esse procedimento. Isso é asqueroso."
Para o vice-presidente da associação, Diogo Leite Sampaio, o caso se trata de crime. "Ele está se aproveitando da paciente. Ele não está examinando, procurando nenhum problema na paciente. Isso é crime."
Das 11 mulheres localizadas pelo Fantástico que acusam o médico José Hilson, duas aparecem em três dos 63 vídeos.
Uma delas conta que procurou o doutor Hilson em 2012 porque não conseguia engravidar. No vídeo, ela já aparece nua, no consultório particular do médico, onde ele atende até hoje. A mulher nunca havia feito exame ginecológico.
"Ele pegava nos seios e pediu pra fazer sexo oral com ele", lembra a paciente. "Fazer uma aplicação oral porque é muita secreção mesmo. Muita, muita, muita", argumentava o médico. "Perguntei a ele por quê. Ele pegou e disse que não, que era o procedimento. Que era o que o médico fazia. Que ele tinha que ver a minha sensibilidade. Eu disse pra ele que não, que eu não queria."
O vídeo mostra que, em seguida, o médico coloca a paciente em pé, de costas, apoiada na maca. "Pode virar. Isso, bem devagar", comenta Hilson no vídeo. "Ele começou a mexer detrás de mim. Ele dizia: 'Você tem que me ver como médico. Você não pode me ver como um homem. Eu sou seu médico'."
O abuso deixou trauma na paciente. "Eu era uma pessoa que achava graça do nada, sabe? Agora todo mundo acha estranho. Vem falar comigo e eu estou séria. Eu não consigo mais brincar com ninguém", lamenta.
Uma outra paciente que aparece nos vídeos gravados pelo médico foi abusada, segundo ela, em 2017. O crime ocorreu também no consultório particular do ginecologista e mostra o mesmo tipo de abuso: a paciente nua, de costas, e ele dizendo que está fazendo um exame. "Isso tá muito inflamado, mulher", diz o médico no vídeo.
"Ele introduziu algo na minha vagina nessa hora. Ele vai levando na lábia", relata a vítima. Ela não denunciou o médico. Diz que, por causa do abuso, faz tratamento psicológico e psiquiátrico. "Eu me sinto nua e despida, como se a culpa fosse minha."
Analisando o caso dessa paciente, representantes da Associação Médica Brasileira avaliam que não houve atendimento profissional. "Não existe um tratamento clínico, muito menos uma manipulação que esse senhor, que eu nem posso chamar de médico, fez com a paciente", argumenta Diogo Leite Sampaio.
Os vídeos mostram o ginecologista com pelo menos 23 mulheres. Dentre elas, 17 claramente foram enganadas pelo médico e sofreram abusos sexuais, conforme avaliação dos especialistas.
"É indescritível as cenas que nós observamos. Não se trata de um médico. Trata-se de um monstro”, avalia o secretário-geral da Associação Médica Brasileira."São crimes graves. Muitas das imagens demonstram claramente um estupro da paciente, que precisam ser punidos severamente. São imagens repugnantes. São imagens de um criminoso que não faz medicina", complementa Diogo Leite Sampaio.

Denúncias desde 1986
O médico José Hilson é nascido no Ceará e se formou no Rio de Janeiro em 1976. Depois de obter o diploma, voltou para o estado. Entre 1989 e 1992, assumiu a Prefeitura de Uruburetama pela primeira vez, quando virou notícia no Brasil por fazer a primeira prestação de contas do município em praça pública.
As primeiras denúncias ocorreram em 1986. Em 1994, duas mulheres foram à polícia denunciar Hilson de Paiva por assédio sexual durante as consultas. O caso foi arquivado, sem a condenação do médico. "Ele pediu pra eu ficar de lado, colocar a língua pra dentro e pra fora, com os olhos fechados", conta uma mulher que diz ter sido abusada pelo ginecologista em 1994 e não fez a denúncia na época.
"Quando eu senti, eu estava colocando minha língua no pênis dele. Saí correndo, e ele foi pro banheiro, vestindo as calças."

Mulher de Hilson também foi prefeita
A mulher de Hilson de Paiva, Maria das Graças Cordeiro de Paiva, assumiu a Prefeitura de Uruburetama por dois mandatos, entre 1997 e 2004. Em seguida, Hilson foi vice-prefeito entre 2013 e 2016.
Na campanha mais recente, que terminou com ele eleito prefeito pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B), Paiva falava em lutar pela saúde pública. "Nós precisamos pensar no nosso povo. No povo de Uruburetama. O povo de Uruburetama tem que ser respeitado."
Em 2018, o prefeito enfrentou uma crise quando um dos vídeos com as relações abusivas que ele mesmo gravou foi divulgado na imprensa. Com a repercussão do caso, cinco mulheres procuraram a polícia e denunciaram o médico por crimes sexuais. A ex-prefeita saiu em defesa do marido. Para ela, houve uma relação extraconjugal, mas não um estupro ou abuso. "Eu quero saber qual é o homem que não trai sua esposa. Eu não conheço no Brasil", afirmou Maria das Graças na época.
Além de as pacientes não terem conseguido a condenação, o prefeito entrou na Justiça contra quatro delas, alegando calúnia e difamação. Três desistiram de denunciar o médico para evitar serem processadas. A única que mantém as acusações disse ter sido abusada em 1994.
"Para o processo [de calúnia e difamação contra as pacientes] ser arquivado, as vítimas teriam que pedir desculpa pra ele. Quando chegou na minha hora, eu disse: 'Eu não vou pedir desculpa, você quem deve me pedir desculpa'."
No Fórum de Uruburetama, o juiz do processo, José Cléber Moura do Nascimento, não quis falar sobre o caso.

Denúncias em outras cidades

José Hilson também atendeu pacientes na cidade de Cruz, a 150 quilômetros de Uruburetama. Além de ter um consultório particular, foi médico da família e atuou como clínico geral no Centro de Saúde e no Hospital Municipal. Em Cruz, ele também gravou vídeos com cenas de abuso sexual; 40 dos 63 vídeos foram filmados em um consultório do centro de saúde.
As cenas são parecidas com as de Uruburetama: o ginecologista fala que está fazendo um exame e engana as pacientes. Doze sofrem abusos. Uma delas foi atendida em 2012.
"Olhei no jaleco dele, ele com os genitais dele toda de fora. Ele realmente queria penetrar em mim. Eu saí de lá correndo. Hoje, eu estou aos poucos buscando força em Deus, tratamento e o apoio da família."
Ela conta que Hilson a chamava de "bebê". Nos vídeos, ele trata todas as pacientes com esse termo. "Tá muito inflamada ainda, bebê"; "Isso, bebê"; "Muito irritado, bebê, ainda", diz em alguns trechos dos vídeos.
Essa palavra traz sofrimento até hoje para vítima. "Quando [alguém] me chama de bebê, vem um impacto. Não aceito esse nome. Bebê, pra mim, é muito chocante."

‘Nunca fiz nada forçado’
Em entrevista, o prefeito nega ter realizado qualquer prática de abuso. Para ele, as denúncias são uma estratégia de políticos de oposição para afastá-lo.
"Eu nunca fiz nada forçado. Nada à força, não tive nada forçado. Isso é uma jogada da oposição. Querem me derrubar." Ele afirma que teve relações sexuais com algumas mulheres, "mas não foi no consultório".
Questionado por que filmava as pacientes, Hilson diz apenas que o repórter "perguntou demais" e deixa o local da entrevista.
Por meio de nota, o advogado do prefeito afirma que o cliente teve conhecimento dos vídeos apenas por "ouvir dizer", que "aguarda as mídias para uma manifestação mais concreta sobre o caso" e que irá ao Ministério Público para saber sobre a veracidade do material.
Conforme juristas ouvidos pelo G1, Hilson de Paiva pode ser condenado pelas filmagens que fez das pacientes e também por violação sexual mediante fraude e estupro.
"Há muitos anos que esse homem vive abusando um monte de mulheres. Eu espero que aconteça justiça por muitas que não podem falar, que não sabem como falar, que não puderam se defender", diz uma das pacientes do médico.

Reportagem publicada originalmente no G1

DER dá início a recuperação da CE-085 entre Camocim/Granja

O Departamento Estadual de Rodovias - DER iniciou na última sexta-feira, 12, a obra de recuperação da CE-085, no limite entre os municípios de Camocim e Granja. A estrada que liga Jijoca ao Parazinho será totalmente refeita no mesmo período,  bem como parte da BR 402 entre Barroquinha e Chaval. 

As vias serão recuperadas, sinalizadas e pavimentadas garantindo maior condição de tráfego e segurança aos motoristas. A obra se estende a todo o estado e terá gastos previstos de R$ 213 milhões. 

A empresa CBC - Construtora Batista Cavalcante, vencedora da concorrência pública será responsável pela execução dos serviços e já instalou seu canteiro central de obras na cidade de Granja. 

André Martins 

quinta-feira, 11 de julho de 2019

PRF no Ceará realiza leilão de veículos apreendidos

Polícia Rodoviária Federal no Ceará (PRF-CE) realiza até esta sexta-feira (12) leilão de veículos apreendidos pela corporação. O leilão ocorre desde o dia 10 de julho.
Segundo a PRF, ao todo, 903 veículos serão leiloados, sendo 130 em condições de circulação, e o restante destinado ao desmonte e reaproveitamento de peças. Os veículos que serão leiloados foram recolhidos aos pátios da PRF há mais de 60 dias e não foram procurados por seus proprietários.
O leilão acontece nas modalidades presencial, no auditório do leiloeiro oficial (Rua Coronel Zacarias José de França, nº 2.55A, Cajazeiras, em Fortaleza) e on-line, pelo site da organizadora do leilão. 

Diário do Nordeste

GranChitão reúne o maior time de atrações de diferentes ritmos em sua edição 2019

A sétima edição do Festival de Quadrilhas de Granja (GranChitão), que ocorre nos dias 26, 27 e 28 deste mês, além da elogiável estrutura logística empregada, se destacará pelo diversificação de ritmos musicais no palco da avenida Beira rio. 

A abertura, na sexta, 26, contará com o pagode baiano do cantor Léo Santana, atração de maior bilheteria do segmento no Brasil. O forrozeiro Junior Vianna, a banda Calcinha Preta, Aldair Play Boy e o cantor Avine Vinny se apresentam nos três dias de festa na ordem a ser divulgada no cronograma de apresentações. 

Além das cinco atrações citadas acima, aguarda-se por parte da organização do evento público o anúncio de mais uma pra integrar o time de 6 atrações que serão dividas no três do GranChitão 2019. 

Destaca-se a cidade cenográfica que será montada em toda área da avenida beira rio e o grande esquema de segurança que será novamente montado no local para receber o público de toda região Norte do estado em Granja.

André Martins 

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Morre o jornalista Paulo Henrique Amorim

Morreu na madrugada desta quarta-feira (10) o jornalista Paulo Henrique Amorim, aos 76 anos. Ele trabalhou em diversas redações, inclusive na Globo.
Seu último emprego foi na TV Record, mas estava fora do ar desde o mês passado, quando foi afastado do programa Domingo Espetacular. O jornalista morreu de enfarte na capital fluminense.

G1

terça-feira, 9 de julho de 2019

Show do Xand Avião em Camocim registra alto número de furtos de celulares; Polícia Civil investiga

Pelo menos 30 registros de boletins de ocorrência foram feitos na Delegacia Regional de Polícia Civil de Camocim no último sábado, 06, um dia após o show do cantor Xand Avião na Av. Beira Mar. O número pode ser bem maior, se considerar o número de casos não notificados à polícia civil. 

A polícia investiga uma provável atuação de uma quadrilha especializada na prática de furtos em eventos. Além dos aparelhos celulares, foram registrados dois roubos de moto no período. 

Quem teve seu pertences roubados durante o festival de quadrilhas de Camocim é necessário realizar o Boletim de Ocorrência para que a polícia tenha a real noção do raio de atuação dos criminosos no evento. 

A delegacia de polícia civil funciona na rua Santos Dumont, ao lado da UPA no centro de Camocim. 

André Martins

segunda-feira, 8 de julho de 2019

Menores de 13 anos só embarcarão de Camocim a Granja com registro de nascimento em mãos

O transporte de crianças menores de 13 anos de idade realizado por carros do Coopitrace diariamente só será possível mediante apresentação do registro de nascimento ou R.G com foto original na hora do embarque, para efeito de fiscalização. Além disso, maiores de 6 (seis) anos de idade pagaram passagem no valor integral. 

A exigência passou a ser punida com multa nas linhas entre Camocim/Granja até Jijoca e demais rotas realizadas pela cooperativa de transporte Coopitrace. 

O Departamento Estadual de Trânsito - Detran intensou a fiscalização a participação no início desta semana para cumprimento da norma por parte dos motoristas do transporte intermunicipal. 

André Martins

Demutran de Camocim torna mão única trecho da rua Santos Dumont no centro

Segue abaixo comunicado do Departamento Municipal de Trânsito de Camocim (DEMUTRAN) sobre a mudança de sentindo das ruas de Camocim. 

DEMUTRAN/CAMOCIM INFORMA
A diretoria do Departamento Municipal de Trânsito de Camocim (DEMUTRAN) informa aos condutores de carros, motos, motonetas, ciclomotores, bicicletas e carroças que a partir de hoje, quinta-feira (04/07), o trecho da Rua: Santos Dumont entre as ruas Independência e D. Pedro II já está regulamentada (sinalizada) como mão única no sentido norte/sul. Portanto, quem trafega na Rua Independência passando em frente a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) não pode mais virar para à direita no sentido Delegacia de Polícia, ou segue em frente ou vira à esquerda.

Informa também que no cruzamento da Avenida Beira Mar com Zeferino Veras a sinalização já foi colocada. Portanto, os condutores que trafegam pela Av. Beira Mar não podem entrar na Rua Zeferino Veras no sentido sertão.
Contamos com a compreensão e apoio de todos em cumprir com a regulamentação das vias realizadas com o objetivo de melhorar o fluxo de veículos por elas.

Foto: André Martins