segunda-feira, 28 de março de 2016

Bancada do Ceará dividida: 9 apoiam impeachment, 9 estão a favor de Dilma e 4 indefinidos

A presidente Dilma esteve reunida na noite da última quarta-feira (23) novamente no Palácio Alvorada com Ciro Gomes. Na pauta, o seu impeachment e o papel que Ciro pode desempenhar no movimento para mantê-la no Planalto.
Na avaliação feita sobre os 22 votos da bancada cearense, Dilma não ficou nada satisfeita. Sabe que precisa de 171 votos para escapar do impeachment, e hoje otimisticamente tem apenas 9 deputados federais ao seu lado: 3 do PDT, 3 do PT, 1 do PCdoB e 1 do PROS,  além de Adail Carneiro (Sem partido)..
No mesmo encontro, Dilma e Ciro contabilizaram 9 votos a favor do impeachment: 3 do PMDB, 1 do DEM, 1 do PSB, 1 do PSDB, 1 do PRB, 1 do Solidariedade e 1 do PR. Há ainda 4 deputados indefinidos: 1 do PP, 1 do PR, 1 do PSD e 1 do PTB.
O objetivo de Dilma na reunião com Ciro foi tentar reverter esse quadro hoje desfavorável. Pediu que o ex-ministro continue colaborando na sua luta, agradeceu por Ciro ter embarcado na tese de " não vai ter golpe", assegurou estar procurando alternativas para resolver a Transnordestina- empresa presidida por Ciro - e não descartou nomeá-lo ministro numa reforma ministerial que pretende fazer se escapar do impeachment, o que ela acredita.

Ciro garantiu que ele e o irmão Cid Gomes trabalharão intensamente para conseguir mais votos na bancada federal cearense. Lamentaram o comportamento pouco agressivo do governador Camilo com quem dizem pouco contar, mas concluíram estar confiantes em vencer essa guerra política no Congresso.
Via CearaNews7

Nenhum comentário:

Postar um comentário