domingo, 3 de julho de 2016

CAMOCIM PRODUZ OSTRAS COM PADRÃO DE QUALIDADE INTERNACIONAL

É no Litoral Oeste do Ceará, na geografia do município de Camocim, na fazenda Aquaforte, localizada na foz do rio Coreaú, que o Ceará produz ostras de sabor e qualidade semelhantes aos das ostras produzidas no Sul do Brasil.

E a ostra cearense, do ponto de vista ambiental, tem uma vantagem: ela não tem o ataque de biotoxoinas causadas pelas algas que periodicamente surgem no litoral do Sul do País, onde as águas são fritas e ajudam a proliferação dessas biotoxinas.

O cultivo das ostras cearenses – criadas em cativeiro e já podendo ser legalmente comercializadas por decisão recente do Ministério da Agricultura – será agora dinamizado, pois outras empresas, além da Aquaforte, vão entrar nesse crescente mercado.

A Aquaforte, que também cria camarão em cativeiro, pertence ao empresário equatoriano Juan Carlos Ayala, dono também do hotel de mesmo nome, ao qual se tem acesso de barco, em uma viagem que dura 20 minutos e que começa no cais de Camocim, no centro daquele cidade.

A criação de ostras é mais uma nova janela de oportunidade que surge para a economia e para o mercado de trabalho do Ceará.

Fonte: Blog do Egídio Serpa | DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário