sábado, 23 de julho de 2016

CEARENSE DE CAUCAIA É PRESO PELA PF SUSPEITO DE MEMBRO DO ESTADO ISLÂMICO

A Polícia Federal (PF) identificou o cearense de Caucaia, Daniel Freitas Baltazar, nascido no dia 12 de maio de 1996, no Hospital Argentina, em Fortaleza, como um dos dois supostos simpatizantes do Estado Islâmico mais perigosos. O outro foi preso também pelo COT- Comando Operacional Tático- no estado do Mato Grosso do Sul.
Daniel Baltazar é filho de Daniel Baltazar Junior e Maria da Conceição Santos Freitas. Filho de pais separados, logo aos 3 anos de idade, foi morar com o pai, após o divórcio. No ano seguinte, começou a estudar na Escola Católica Santa Terezinha, em Caucaia. Aluno exemplar, tirava notas boas, mas aos 13 anos, por conta de uma depressão nervosa, teve que deixar o colégio.
A acusação que pesava contra Daniel Baltazar é que ele tentara incendiar a escola e praticara atos de vandalismo denunciados pelos próprios colegas. Esses episódios marcaram profundamente o jovem Daniel, que depois disso entrou no submundo do crime.
Perigoso, segundo agentes da PF que efetuaram a sua prisão no Ceará, Daniel Baltazar teria ainda entrado num clube de xadrez e planejava invadir escolas para promover o caos no Ceará.

Operação Hashtag
A PF realizou a operação para prender suspeitos de planejar ataques terroristas durante a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. A relação das 13 pessoas que foram alvo da operação foi divulgada, preservando a identidade de um 14º alvo, pois ter menos de 18 anos. A ação prendeu 10 pessoas.

Via CearáNews7

Nenhum comentário:

Postar um comentário