domingo, 18 de setembro de 2016

BALNEABILIDADE | PRAIA DE BITUPITÁ SEM CONDIÇÕES PARA BANHO

A praia de Bitupitá, localizada neste município, na divisa do Ceará com o Piauí, entrou no mapa das que estão sem balneabilidade. A beleza natural, que ganhou notoriedade no Brasil afora, é colocada em cheque por ser um mais trecho do litoral cearense atingido pela poluição marinha.
Bitupitá é um paraíso com grande potencial turístico em pleno desenvolvimento. A Vila, com cerca de 3 mil moradores, ainda tem na pesca sua maior fonte de renda, assim como ocorre no município, que tem garantido com essa atividade, cerca de 60% de sua economia, seguida por programas de assistência social. Além do peixe, a comercialização da lagosta e do camarão para o mercado exterior complementam a renda das famílias, que sobrevivem do que o mar oferece.
Neste mês, a praia entrou numa indesejada lista divulgada pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), que apresenta semanalmente o índice de praias próprias e impróprias para banho no Estado do Ceará. Das sete praias do Litoral Oeste divulgadas no boletim mensal, Bitupitá foi a única proibida aos banhistas.
Coliformes
As amostras foram coletadas em pontos na profundidade de um metro, em regiões mais utilizadas para recreação, ou seja, nas proximidades da Vila. De acordo com as informações da Semace, foram encontrados 1.300 coliformes termotolerantes, por 100ml de água, no local, quando o limite seria de até 1.000, segundo resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que dispõe sobre balneabilidade das praias brasileiras. Quando é encontrado esse tipo de bactéria em amostras, por exemplo, há o indicativo de que essa água possa estar contaminada por esgoto das casas.

fonte: D.N/Caderno Regional  

Nenhum comentário:

Postar um comentário