domingo, 11 de setembro de 2016

BANCÁRIOS REJEITAM ALTA DE 7%, E GREVE CONTINUA

A greve dos bancários chegou ao quarto dia de paralisações nessa sexta-feira (9) e deve permanecer interrompendo os expedientes das agências até, pelo menos, a próxima terça-feira (14). Isso porque o Comando Nacional dos Bancários rejeitou, na tarde da sexta-feira (9), a proposta de aumento de 7% nos salários e gratificações, mais R$ 3,3 mil de abono ofertado pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A próxima assembleia acontece na terça-feira (12).
Até esta sexta-feira, no Ceará, o número de agências paradas e sem atendimento ao público cresceu para 307 unidades, o que representa 50,9% das 559 agências bancárias em atividade no Estado, conforme dados divulgados pelo Sindicato dos Bancários do Ceará.

A Fenaban (braço sindical da Febraban, que representa os bancos) ofereceu aumento de 7% no salário e demais benefícios (Programa de Participação nos Lucros e Resultados, auxílios refeição, alimentação, creche) mais um abono de R$ 3.300. Segundo a categoria, a nova proposta ainda é insuficiente e segue abaixo da inflação do período, de 9,62% até agosto. No começo da greve da categoria, a oferta dos bancos era de aumento de 6,5% e abono de R$ 3 mil. O Comando de Greve destacou que o percentual proposto pela Fenaban representa uma perda de 2,39% no salário entre o ano passado e este, pois está abaixo do INPC do período. 

Via D.N

Um comentário:

  1. Palhaçada com o cidadão de bem,pra esses banqueiros era bom um traço de brita meio dia em ponto, aí eu queria ver!

    ResponderExcluir