segunda-feira, 5 de setembro de 2016

SETEMBRO AMARELO | CAMPANHA BUSCA PREVENÇÃO AO SUÍCIDIO

Embora já tenha havido uma série de avanços no sentido de mudar esse olhar de preconceito contra pessoas com doenças mentais que podem levar ao suicido e, efetivamente, salvar vidas, "precisamos divulgar a informação correta, que incentive o paciente a se tratar e faça as pessoas entenderem que Psicofobia (preconceito contra os portadores de Transtornos e de Deficiências Mentais) deve ser considerado um crime". É o que afirma Valéria Barreto Novais, doutora em Farmacologia pela Universidade Federal do Ceará e MPhill em Psiquiatria pela Universidade de Edimburgo.

O preconceito em torno da doença mental precisa ser combatido. Afinal, o Brasil possui hoje cerca de 46 milhões de doentes mentais, cuja prevalência é de 11,1% para a depressão, transtorno bipolar (1 a 5%), dependência química (15%), esquizofrenia (1%). No Ceará, considerando uma população de 8,84 milhões de habitantes, os números são os seguintes: 924 mil (deprimidos), de 84 a 420 mil (bipolares), 1.260 mil (dependentes químicos), 84 mil (esquizofrênicos). Detalhe: pacientes e familiares ainda dispõem de poucos serviços que os assistam.

Via D.N

Nenhum comentário:

Postar um comentário