sábado, 15 de outubro de 2016

PRAIA DE BITUPITÁ SEM CONDIÇÕES PARA BANHO, SEGUNDO SEMACE

O balanço semanal da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), divulgado nesta sexta-feira, 14, aponta o resultado da balneabilidade das praias de Fortaleza, Região Metropolitana (RMF) e litorais Leste e Oeste do Estado.
Segundo o relatório, de todo a extensão litorânea do estado, apenas a praia de Bitupitá, localizada no município de Barroquinha, na divisa do Ceará com o Piauí, entrou no mapa das que estão sem balneabilidade. A beleza natural, que ganhou notoriedade no Brasil afora, é colocada em cheque por ser um mais trecho do litoral cearense atingido pela poluição marinha.
Bitupitá é um paraíso com grande potencial turístico em pleno desenvolvimento. A Vila, com cerca de 3 mil moradores, ainda tem na pesca sua maior fonte de renda, assim como ocorre no município, que tem garantido com essa atividade, cerca de 60% de sua economia, seguida por programas de assistência social. Além do peixe, a comercialização da lagosta e do camarão para o mercado exterior complementam a renda das famílias, que sobrevivem do que o mar oferece.
Este já é o segundo mês seguido, que a praia entra para lista indesejada divulgada pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), que apresenta semanalmente o índice de praias próprias e impróprias para banho no Estado do Ceará. Das sete praias do Litoral Oeste divulgadas no boletim mensal, Bitupitá foi a única proibida aos banhistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário