sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Sergio Aguiar chama Heitor Ferrer de "oportunista" e reafirma independência na AL/CE

Em recesso parlamentar, o deputado estadual Sergio Aguiar (PDT), durante entrevista à rádio Meio Norte FM, no início desta tarde de sexta-feira (30), reafirmou sua posição de independência na Assembléia Legislativa a partir de 1° de fevereiro, na volta aos trabalhos na casa.

Ao comentar sobre sobre sua postulação à presidência da AL, Sergio destacou que demonstrou apenas coragem e posicionamento político, embora soubesse o pre acordo da base com o atual presidente Zezinho Albuquerque (PDT). Na oportunidade chamou de "oportunista" o deputado Eitor Férrer, autor da PEC que propunha a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), "ele se aproveitou de um problema político para lançar a PEC do TCM, sendo ele um crítico contumaz do governo." "Houve atropelo ao votar a Emenda Constitucional apoiada por alguns deputados que tinham alguma reserva ao atual presidente do Tribunal, Domingos Filho." 

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu medida liminar que suspende a decisão de extinguir o TCM votada pela Assembléia em regime de urgência. ADI - Ação Direta de Inconstitucionalidade foi impetrada pelo Atricon - Associação Brasileira dos Membros dos Tribunais de Contas dos Municípios, alegando violação de princípios constitucionais. 

Sergio Aguiar destaca que todas as matérias encaminhadas pelo governo de Camilo Santana serão por ele analisadas antes de serem votadas. Ele citou a proposta que altera o valor do ICMS do estado, na oportunidade votou contrário a proposta, mas foi voto vencido. 

Durante suas férias, o deputado camocinense permanecera na região para visitar prefeitos e estabelecer alianças políticas.   

André Martins/CPN

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário