quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Camocinenses nascidos em janeiro e fevereiro podem sacar abono salarial a partir de quinta (18)

Trabalhadores de empresas privadas que nasceram em janeiro e fevereiro vão poder sacar o abono salarial referente a 2015 a partir de quinta-feira (19).
Servidores públicos também recebem o abono, mas o calendário é diferente, feito de acordo com o final da inscrição da pessoa no Pasep. A partir de quinta, poderão sacar as pessoas com final de inscrição 5.

Quem tem direito?

Para ter direito ao abono , é preciso ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2015 e ganhado até dois salários mínimos, em média, por mês. O trabalhador também deve estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e a empresa onde ele trabalha deve ter informado seus dados corretamente na Rais (Relação Anual de Informação Social (Rais).
O cálculo do abono salarial mudou. Agora, o valor recebido é de até um salário mínimo (atualmente R$ 937), proporcionalmente ao tempo que a pessoa trabalhou. Se ela trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo. Se trabalhou um mês, recebe 1/12 do mínimo, ou seja, R$ 78.
Antes das mudanças, todos recebiam um salário mínimo, independentemente de quanto tempo tinham trabalhado.

Calendário de saque

Quem trabalha em empresa privada e nasceu entre julho e dezembro já pode sacar seu abono. Os nascidos em março e abril só poderão sacar a partir de 16 de fevereiro, e quem nasceu em maio e junho, a partir de 16 de março.
O limite para todos sacarem o abono é 30 de junho.

Como sacar

Para sacar o dinheiro, quem tem o Cartão do Cidadão e registrou senha pode pegar o dinheiro nos caixas eletrônicos e lotéricas. Quem não tem o cartão deve ir a uma agência da Caixa, segundo o Ministério do Trabalho.
Quem é correntista da Caixa recebe o abono diretamente na conta, que é depositado dois dias antes da data de saque.

Servidores públicos

Os servidores públicos que têm direito ao abono devem sacar seu dinheiro no Banco do Brasil. Correntistas do banco recebem o dinheiro diretamente na conta.

(Economia Uol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário