segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

César Veras: "Não há mais lugar para o nepotismo, o clientelismo e uma câmara sob cabresto do prefeito".

O percentual de renovação das Câmaras Municipais do Ceará nas eleições de 2016 foi de 60%, taxa significativa se comprado ao percentual das eleições de 2012 que foi de 38%.

O presidente da União dos Vereadores do Ceará (UVC), César Veras, que é também vereador reeleito pela Câmara Municipal de Camocim, cidade do Litoral Oeste do Estado, entende que a renovação é um sinal claro das urnas de que o povo exige mudança e um novo modelo de se fazer política. Na sua opinião, não há mais lugar para o nepotismo, o clientelismo e uma câmara sob cabresto do prefeito.
"Além dos órgãos de controle, as redes sociais passaram a ter um papel fundamental em denunciar e fiscalizar o poder público. Atualmente, a crítica é mais ferrenha e com capacidade de se espalhar muito mais do que havia no passado", disse.
Ele lembrou que isso aconteceu muito claramente quando em algumas câmaras houve a tentativa de se reajustar os salários de seus membros sem que se respeitasse os prazos legais exigidos por Lei.

Para César Veras, o maior desafio para as câmaras municipais é a capacitação de seus membros. Daí que a UVC pretende, ainda neste mês, entre os dias 20 a 23, promover um treinamento para os novos legisladores. O local, que ainda não está definido, poderá ser o auditório da Assembleia Legislativa, em Fortaleza. Para entidade, o evento ocorrerá num momento em que há uma renovação de lideranças políticas nas câmaras municipais, que entendem a necessidade de se fortalecer ainda mais a força política em cada localidade.
Iniciativa semelhante aconteceu no ano passado, também tendo à frente a UVC. A exemplo do ano passado, o encontro de Fortaleza vai reunir painéis, oficinas e palestras que ofereçam mais esclarecimentos sobre a forma de legislar, que é a missão do vereador em suas cidades. 

Por Marcus Peixoto/D.N

Nenhum comentário:

Postar um comentário