quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Eunício dispensou cota parlamentar e é o parlamentar mais assíduo no Senado

O líder do PMDB, senador Eunício Oliveira (CE) encerrou as atividades legislativas de 2016 registrando economia aos cofres públicos. É que mais uma vez, durante todo o ano, o peemedebista dispensou o uso da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP), recurso disponibilizado pelo Senado para custear os gastos de cada um dos 81 senadores com o exercício de seus mandatos.
De acordo com o site da Transparência do Senado, Eunício dispensou em 100% o uso do recurso. Na página eletrônica é possível conferir que o parlamentar decidiu não pedir ressarcimento com aluguel de imóvel destinado para escritório político no estado pelo qual foi eleito, nem com aquisição de material de consumo, com passagens aéreas, hospedagem, locomoção, divulgação da atividade, entre outras descriminações que são permitidas pelo Senado.
Ainda conforme a Transparência do Senado, Eunício está entre os parlamentares que abriu mão também do auxílio moradia, do gasto com viagens oficiais e diárias. Iniciativa que vem a contribuir com o atual cenário econômico pelo qual o País atravessa. É necessário que cada agente e órgão público façam sua parte e colabore com a redução dos gastos.
Os valores da CEAP variam de senador para outro devido ao estado pelo qual foi eleito. A média está em torno de R$ 34 mil mensais. Entre as despesas que podem ser indenizadas com a Cota estão passagens aéreas; telefonia; despesas com locomoção, contemplando locação ou fretamento de aeronaves, veículos automotores e embarcações, contratação de consultorias e trabalhos técnicos e divulgação da atividade parlamentar.
Assiduidade

Eunício também está entre os senadores com maior presença nas sessões realizadas pelo Senado. De acordo com levantamento da Revista Congresso Em Foco, o senador cearense registrou apenas uma única ausência justificada durante todo o exercício parlamentar em 2016. Do total de 81 senadores, apenas dois registraram presença em todas as sessões, e cinco registraram uma única falta.
(Roberto Moreira/D.N)

Nenhum comentário:

Postar um comentário