quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

INDENIZAÇÃO DEVE CAUSAR ALTA DE 9% NAS CONTAS DE LUZ

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou ontem que, por conta da indenização que será paga às transmissoras de energia, poderá haver um impacto médio de 8% a 9% nas contas de luz. Para a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) o aumento nacional nas contas de luz será, em média, de 9,2%. A distribuidora cearense, Enel, não informa o impacto no Ceará, que deverá ser repassado no reajuste a entrar em vigor em 22 de abril.
Entre 2017 e 2024, consumidores terão que pagar cerca de R$ 65 bilhões, embutidos nas contas de energia. O valor serve para compensar os transmissores por investimentos feitos antes de 2000, mas que ainda não tinham sido totalmente pagos. A Aneel tenta aliviar o choque inicial ponderando que a transmissão de energia é apenas um dos itens que compõem a tarifa.
O impacto da indenização às transmissoras nas contas de luz vai ser maior para alguns consumidores e menor para outros, dependendo da região. No Norte, por exemplo, próximos a centros geradores de energia e onde o consumo é menor, devem haver menos impacto. Consumidores que estão em regiões mais distantes das usinas e que consomem mais, como áreas do Sudeste, devem sentir mais.

A tarifa de transmissão deve ficar quase três vezes maior, mas o impacto para o consumidor final não será tão grande porque, em média, ela responde por cerca de 3% do total da conta de luz.

(Opovo Online)

Nenhum comentário:

Postar um comentário