sábado, 11 de fevereiro de 2017

Segurança Pública no Ceará | Problemas complexos exigem soluções a altura


Os números da violência crescem assustadoramente no interior do estado do Ceará, a maioria são crimes violentos como roubos, assaltos, homicídios e latrocínios. Apesar das estatísticas apontarem para uma leve redução deste crimes na capital e região metropolitana como um todo, no interior a realidade é bem diferente. Os índices fizeram o governador Camilo Santana implementar novas medidas para o enfrentamento da onda de criminalidade. 

A mudança de postura se deu, inicialmente, na troca do titular da Secretário de Segurança Pública do estado. Saiu Delci Teixeira com um perfil mais fechado, postura institucionalizada para a entrada de André Costa, delegado da Polícia Federal que possui atuação mais operacional, de arma na cintura, posicionamento firme e com uma mania de acordar às 4 da manhã e acompanhar as tropas na abordagens de rua. Recente fez uma declaração polêmica ao afirmar que ao bandido só daria duas opções: "a justiça ou o cemitério". A frase logo recebeu críticas de entidades ligadas ao direitos humanos.  

O novo secretário promoveu mudanças nos comando das polícias civil e militar afim de garantir uma melhor condução da política de segurança do governo estadual. 

Problemas desafiadores precisam de metas igualmente desafiadoras, conviver com a insegurança constante é uma indignidade ao povo cearenses. 

André Martins/CPN


Nenhum comentário:

Postar um comentário