sexta-feira, 14 de julho de 2017

Possibilidade de desativação do Farol de Camocim gera reações contrárias

A possibilidade manifestada pela Marinha do Brasil de desativação do Farol do Trapiá em Camocim, tem motivado reações contrárias por parte dos vereadores e dos profissionais do ramo da pesca do município. Responsável pela orientação náutica dos navegadores, o Farol é um importante instrumento que auxilia no trabalho dos pescadores em alto mar que  ainda utilizam, na sua grande maioria, navegação sem os devidos equipamentos eletrônicos de orientação

Durante sessão legislativa realizada no plenário da Câmara, o vereador James do Peixe  (PC do B) levantou a discussão em defesa da permanência do equipamento e recebeu o apoio indistinto dos colegas da casa. Um oficio foi encaminhado a Agência da Capitania dos Portos de Camocim solicitando esclarecimentos sobre o assunto.

Um dos motivos levantados seria a economia de gastos para manutenção do equipamento. 

Por André Martins/CPN
Foto-arquivo do blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário