terça-feira, 8 de agosto de 2017

"A guarda municipal poderia deixar de existir que não faria diferença", afirma Erasmo Gomes (PR)

Durante pronunciamento na tribuna da Câmara, o vereador Erasmo Gomes (PR) tratou do tema segurança pública no município de Camocim. Em tom de crítica, o vereador afirmou que o governo municipal "negligencia com a segurança dos camocinenses". 
Ao sugerir a implantação de um Disk denúncia para que a população ajudasse no combate a criminalidade, Erasmo afirmou que os guardas municipais não recebem nenhuma forma de incentivo por parte do governo e que, "a instituição poderia deixar de existir que não faria diferença nenhuma para municipalidade." Já que a mesma não está em conformidade com a nova lei e funciona, hoje, apenas como orientadores de transito na cidade. 
A crítica do vereador que membro das forças armadas e especialista em segurança pessoal foi direcionada a Prefeitura de Camocim por não adotas medidas suficientes para combater o aumento da violência urbana no município.

André Martins/CPN

2 comentários:

  1. Acho que o vereador não foi racional em seu ponto de vista. Foi sentimentalista. Ora pois, sei que a GM precisa sim de mais apoio, no entanto, viajo bastante por municípios cearenses e comprovo "in loco" a falta que faz uma GM, mesmo que com defasagem. Portanto, acho que o vereador exagerou.

    ResponderExcluir
  2. Comentário infeliz o do nobre vereador!

    ResponderExcluir