domingo, 26 de novembro de 2017

Democrata Calçados coloca Camocim em 2° lugar em exportações no Ceará

O setor calçadista cearense cresceu 8,8% no acumulado de janeiro a outubro deste ano em relação a igual período de 2016. O número é referente ao valor gerado com as exportações, que alcançou US$ 220.336.278. Os dados são da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados). Para o presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, ainda há um longo caminho para afirmar que o cenário de crise econômica foi superado. Mas, o Ceará continua na liderança na exportação de pares de calçados, com mais de 37 milhões de peças vendidas ao exterior nos primeiros 10 meses deste ano, um incremento de 3,9% em relação ao mesmo período de 2016. 

Entretanto, o valor desses embarques ainda é superado pelo Rio Grande do Sul, que gerou US$ 376.534.326 no acumulado de 2017, comercializando quase 23,5 milhões de pares. No ranking de valor exportado, além do Rio Grande do Sul e Ceará, São Paulo segue na terceira posição ao gerar US$ 97.298.351 milhões com as exportações. Em seguida aparecem Paraíba (US$ 57,9 milhões) e Bahia (US$ 40,4 milhões).

Nesta mesma tendência, o polo calçadista de Camocim ganha destaque. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), divulgados em agosto deste ano, a Democrata Calçados obteve o segundo maior volume de exportações do estado do Ceará com valor total de US$ 12.778.438. Sobral vem em 1° lugar com US$ 150.362.932.
Considerada a maior empregadora do setor privado do município com cerca de 800 funcionários diretos e indiretos, a filial da Democrata em Camocim se prepara para aumentar sua produção. 

Com informações do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário