quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Ministério da Saúde suspende repasse de verbas para Camocim por irregularidades no SUS

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União o corte de verba a municípios do Ceará que estão irregulares com a produção de informação sobre a saúde dos municípios  no Sistema de Informação Ambulatorial (SIA/SUS).
O município de Camocim, localizado no litoral Oeste aparece na lista juntamento com outras 15 cidades que ficarão impedidas de receberem os recursos. Amontada, Barro, Graça, Granjeiro, Guaiúba, Guaraciaba do Norte, Ipaumirim, Itapiúna, Miraíma, Mucambo, Pacajus, Palhano, Potengi, Tururu e Várzea Alegre não estão dentro das normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde quanto à organização e ao funcionamento do Sistema Único de Saúde.

Os valores que seriam repassados são referentes a setembro, outubro, novembro e dezembro. Segundo o Ministério, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária  (ANVISA) responsável pelo monitoramento do sistema de cadastro nacional de estabelecimentos de saúde e do sistema de informação ambulatorial, não identificou a atualização dos dados dos referidos municípios. Ainda de acordo com a publicação, a falta de informações do setor é referente aos meses de Fevereiro a Junho deste ano.

Informações do Ceará Agora
Foto: Camocim Portal de Notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário