terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Disputa interna na base do Governo pela Presidência da Câmara

A eleição para composição da nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Camocim ainda tá longe, apenas ao final do próximo legislativo, mas já abriu disputa interna na base do Governo Mônica para definir quem será o próximo presidente no biênio 2018/2019. 
Dois nomes saltam como favoritos: o do Vereador Oliveira do PC do B, atual vice presidente e o do líder da bancada César Veras, que acumula ainda a presidência da União dos Vereadores e Câmara do Ceará (UVC). Porém, ainda não há consenso no grupo de qual dos dois irá ocupar a Presidência. 
Por ser um cargo estratégico, o Governo sabe que se faz necessário uma figura com notável habilidade política e conhecimento do regimento interno da casa. Além disso, cabe ao Presidente, sendo ele aliado, formular uma agenda legislativa em consonância com o poder executivo afim de pautar os temas centrais com maior engajamento. 
César Veras é o mais aguerrido dos aliados do Governo, já Oliveira, ocupa um papel discreto e seu partido, o PC do B, não majoritário. A eleição ocorre no final de 2018.

André Martins/CPN

Nenhum comentário:

Postar um comentário