sábado, 14 de abril de 2018

Adolescentes se arriscam ao saltar da plataforma do Píer de Camocim

A cena pode ser observada com frequência nos fins de tarde da Avenida Beira Mar de Camocim. Jovens adolescentes saltando de cima da plataforma do Píer Marcus Tavares Aguiar, arriscando suas próprias vidas numa diversão perigosa. 

Esta semana a família do estudante José Inácio, de 14 anos, sentiu o gosto estarrecedor de enterrar seu ente querido após se afogar nas águas do Coreaú. Isso depois de mais de 24 horas de desaparecimento do corpo, o que prolongou a agonia pela espera. 

O equipamento público (Píer), por sua vez, necessita, como já teve um dia, do trabalho dos salva-vidas aquáticos para resguardar a segurança de visitantes e banhistas. As ocorrências de afogamento podem representar omissão do poder público, o que pode gerar responsabilização objetiva pelas mortes. 

André Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário