sexta-feira, 20 de abril de 2018

Facção criminosa planeja assassinato de juiz, promotor e delegada em Crateús

Uma facção criminosa planeja o assassinato do juiz, do promotor e da delegada de Crateús (a 354 km de distância de Fortaleza). O plano audacioso foi descoberto através de uma investigação da Polícia Civil.
Segundo uma fonte da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que preferiu não se identificar, interceptações telefônicas vêm acompanhando a movimentação dos criminosos e desvendaram a trama, nesta semana. Os suspeitos seriam membros da facção Comando Vermelho (CV).
O primeiro alvo da organização criminosa seria a titular da Delegacia Regional de Crateús, da Polícia Civil, delegada Ana Paula Scotti. Depois, o bando pretendia executar o juiz da Comarca do Município, Francisco Gilmário Barros Lima, e o promotor de Justiça José Arteiro Soares Goiano.
A investigação da Polícia Civil contou com apoio da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS. Nenhum suspeito foi preso até o momento.
A reportagem procurou a Secretaria da Segurança, o Ministério Público do Ceará (MPCE) e o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), para comentarem sobre o caso e quais medidas estão sendo adotadas, mas não recebeu respostas até o momento.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário