sexta-feira, 20 de abril de 2018

Mônica Aguiar racha com o Democratas e perde força na Câmara

A Prefeita de Camocim, Mônica Aguiar decidiu abrir a porteira da ingovernabilidade política e submeter os interesses do município aos anseios de seus projetos eleitorais. Após romper com o PC do B, partido de apoio no parlamento, agora decidiu fazer o mesmo com o Democratas do Vereador Zezinho da Rádio e Zenilson Coelho. 

O motivo é o direcionamento eleitoral de cada sigla na campanha para deputado federal. Os dois partidos decidiram apoiar um nome em comum, o do pré-candidato Robério Monteiro, usando o instrumento do acordo interno de cada partido, mas mantendo o apoio a Sergio Aguiar, marido de Mônica, o que não foi aceito. 

Com a decisão, os 3 vereadores que foram rejeitados não terão mais o compromisso fiel de apoiar as pautas do Governo na Câmara. O que acende o alerta da ingovernabilidade a diante. 

Resta a Mônica Aguiar, apenas o apoio de seu partido o PDT e Solidariedade de Emanoel Vieira. Isamel Pinheiro (PDT) já havia anunciado empunhado o grito de independência na Câmara. 

André Martins 

2 comentários:

  1. AS PREVISÕES DO VIDENTE CHIQUIM TRAÍRA SE CONFIRMARAM . VAI SAIR MAIS GENTE DA ADM, SO MAQUIAGEM DE CAMOCIM . TODA ESSA BRIGA E POR CAUSA DOS NOVOS
    LÍDERES DA REGIÃO NORTE, MEMEU E ROBÉRIO MONTEIRO. A ADM CAMOCIM NADA PRA FRENTE ENLOUQUECEU KKK. AJA CAPS.

    ResponderExcluir
  2. AS PREVISÕES DO VIDENTE CHIQUIM TRAÍRA SE CONFIRMARAM . VAI SAIR MAIS GENTE DA ADM, SO MAQUIAGEM DE CAMOCIM . TODA ESSA BRIGA E POR CAUSA DOS NOVOS
    LÍDERES DA REGIÃO NORTE, MEMEU E ROBÉRIO MONTEIRO. A ADM CAMOCIM NADA PRA FRENTE ENLOUQUECEU KKK. AJA CAPS.

    ResponderExcluir