terça-feira, 1 de maio de 2018

Chaval passa a contar com o Grupo Esperança Viva no combate a dependência química

Os moradores da cidade de Chaval, no Norte do Estado, agora contam com um grupo de apoio a pessoas com dependência química. O Grupo Esperança Viva (GEV), ligado à Fazenda da Esperança São Bento, instalada  no distrito de Patriarca, em Sobral. Esse é o terceiro grupo de apoio ligado à Fazenda São Bento, que conta há oito anos com um GEV em Sobral, e há seis, com outro Grupo na cidade de Tianguá, na Serra da Ibiapaba.

Recuperação
O GEV reúne familiares e amigos de pessoas em recuperação, da Fazenda da Esperança, assim também a quem deseja realizar o tratamento ou sair do vício das drogas. Participam do trabalho, alguns ex-recuperandos, e pessoas que já concluíram seu tratamento e desejam continuar a viver a espiritualidade e o estilo de vida da comunidade terapêutica. Esse é o caso do agente comunitário de saúde Manuel Francisco dos Santos que, após deixar a Fazenda, teve a iniciativa de abrir o grupo na cidade Chaval.

Amparo
“Os familiares dos acolhidos precisam ser esse sinal de esperança fora da Fazenda”, ressalta o responsável pela Fazenda da Esperança em Sobral, Pedro Farias. Ele destaca a importância da família no processo de recuperação do dependente químico, uma vez que 90% das recaídas se deve à falta de apoio e acompanhamento por parte dos familiares, observa Pedro. “O GEV é um apoio dado aos familiares para que saibam como lidar com os recuperandos que vivem uma luta diária contra as drogas”, completa.

Encontros
Os encontros do GEV em Chaval ocorrem às segundas-feiras, 19h, com recitação do terço e meditação da Palavra de Vida para os voluntários e aqueles que trilham a caminhada de recuperação. Às terças-feiras, o atendimento é voltado aos familiares de acolhidos e a outros públicos, sempre às 18h. “No grupo, não há restrição de idade, religião, condição social, profissão ou estudo”, ressalta Manuel Francisco dos Santos, do GEV de Chaval. Também não é exigida nenhuma taxa de participação.

Do Blog Diário da Zona Norte/D.N

Nenhum comentário:

Postar um comentário