terça-feira, 3 de julho de 2018

Camocim e Granja receberão verbas para combate ao mosquito Aedes aegypti

Pouco mais de um ano após a Instituição do rateio de R$10 milhões para investimento em ações de combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika, por parte do Governo do Estado, em junho do ano passado, 100 municípios cearenses foram selecionados pela Secretaria da Saúde (Sesa) para dividir o montante. Eles cumpriram as metas e alcançaram parâmetros satisfatórios nos critérios de avaliação estabelecidos no Termo de Compromisso para controle das arboviroses, dentro da mobilização "Todos contra o Mosquito".
Os recursos devem beneficiar mais de 3 milhões de habitantes nos municípios classificados. Todas as regiões do Estado foram contempladas: de Camocim e Sobral, no Norte, passando por Piquet Carneiro e Senador Pompeu, no Centro, a Salitre e Jati, no Sul. No entanto, a Capital não entrou no rateio; tampouco Caucaia, Maracanaú e Guaiuba, pertencentes à Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).
No primeiro Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) deste ano, dos 183 municípios cearenses participantes, 54,6% apresentaram baixa infestação, 34,9%, média infestação e, 10,4%, alta infestação.

Com Diário do Nordeste

Um comentário:

  1. NO PAPEL TÁ TUDO CERTINHO, MAIS NA PRÁTICA ESTÁ TUDO ERRADO. EM CAMOCIM TEM MAIS CHEFE Q GUARDA. A ADM RABO DE FOQUETE DE CAMOCIM NÃO FAZ A LIMPEZA PÚBLICA CORRETAMENTE POR ESSE MOTIVO TANTA DENGUE. BOLSONARO PRESIDENTE. ROMEU O NOVO LÍDER DA REGIÃO NORTE.

    ResponderExcluir