terça-feira, 17 de julho de 2018

Camocim terá Centro Integrado de Operações de Segurança - Ciops

Policiais militares do Interior do Ceará terão à disposição Centros Integrados de Operações de Segurança (Ciops) em pequena escala nos batalhões. A ideia do Governo do Estado é concentrar e dar celeridade às denúncias da população. O projeto, testado nos municípios de Camocim, Quixadá e Acaraú, tornou-se viável com a compra de licenças para uso de mapas do Google.
Ao todo, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) investiu R$ 1,7 milhão em uma série de ações para atualizar os sistemas de atendimento à comunidade. Conforme explicou o secretário André Costa, o mapeamento fornecido pela multinacional americana dará mais precisão e agilidade ao trabalho dos agentes.
Ainda segundo o titular da pasta, a queixa relatada por telefone entrará automaticamente no sistema virtual da Ciops e deve chegar de imediato a smartphones instalados nas viaturas. Costa explicou que, atualmente, detalhes das denúncias podem ser perdidos antes de chegarem ao policial responsável pela ocorrência. A mudança deve minimizar isso.
Ele também enfatizou o papel de tais agentes no trabalho dos investigadores. “Nossa preocupação é que eles percebam o trabalho na ponta dentro do contexto da segurança. Queremos que se apropriem disso e entendam que fornecem dados importantes à Inteligência”, destacou o titular da pasta.

GOOGLE
O Estado alocou R$ 1,7 milhão para implantação de mapas do Google, aquisição de novas licenças para as centrais de operações da Polícia Militar do Interior, atualização do Portal de Relatório, serviços de instalação, configuração e customização, entre outros.

Informações do Jornal Opovo

Nenhum comentário:

Postar um comentário