sábado, 14 de julho de 2018

Comando da Marinha envia comunicado sobre o desaparecimento do pescador "Kelezinho"

Nossa redação entrou em contato com o comando da Agência da Marinha do Brasil em Camocim. O Capitão-Tenente Henrique Pereira, de forma respeitosa nos enviou esclarecimentos devidos. 

Conforme contato deste Blog e fim dirimir dúvidas acerca do desaparecimento do Sr. Cícero Raimundo da Silva, vulgo "Kelenzinho", participo o seguinte:
Esta Agência da Capitania dos Portos em Camocim tomou conhecimento às 09h do dia 11JUL18, através do Sr. JOSÉ ROGÉRIO DE OLIVEIRA (Mestre do Bote “FONTELES IV”), que a essa embarcação desatracou da Praia dos
Botes, Camocim-CE, por volta das das 08h do dia 03JUL18 e demandou com 7 tripulantes para pescar na área marítima conhecida como “Preguiça”, próximo de Tutóia-MA, com previsão de permanecer vinte dias no mar.
Por volta das 10h do dia 07JUL18, sob forte chuva e vento, o Sr. conhecido como “KELEZINHO”, estava amarrando a verga do mastro da embarcação quando a mesma se soltou e caiu sobre ele, que o fez desequilibrar-se, cair na água e desaparecer no mar imediatamente, ou seja, aproximadamente 50 milhas náuticas de Atins no Maranhão.
Segundo informações do Mestre da Embarcação, Sr. JOSÉ ROGÉRIO OLIVEIRA,e de sua tripulação, o Kelenzinho não usava colete salva-vidas e tudo ocorreu muito rápido.
Após o ocorrido, os demais tripulantes colocaram a verga de volta ao seu local e empreenderam buscas pelo desaparecido até às 13h do dia 07JUL18, e sem êxito nas buscas foi-se decidido voltar para o porto de origem (Praia
dos Botes) e comunicar as autoridades competentes.
Todavia, a embarcação FONTELES IV atracou na praia dos Botes em Camocim às 04h do dia 11JUL18, ou seja, 5 dias após o ocorrido.
Em face do exposto, a AgCamocim deslocou uma Equipe até a Orla Marítima de Camocim, às 09h30, para disseminar
o ocorrido e, adicionalmente, contatamos as Colônias de Pescadores de Bitupitá, Camocim, Acaraú e Almofala para informar sobre o ocorrido com o Bote FONTELES IV.
Pelo fato do acidente ter sido no litoral do Maranhão, cuja jurisdição pertence ao SALVAMAR NORTE, do Comando do 4º Distrito Naval, foi contatado aquele Distrito para participar o ocorrido, porém, por ter se passado 5 dias e levando-se em conta que a Marinha não teria mais como apoiar as buscas pelo fato dessa demora de comunicação, e que também um Navio Patrulha levaria, em média, 2 dias para chegar ao local, foi-se decido divulgar um Aviso Rádio de "Homem ao Mar" para todas as Capitanias daquela área, a fim de que estas divulgassem o ocorrido em suas respectivas comunidades marítimas.
Infelizmente, segundo informações do Mestre da Embarcação e sua tripulação a este Agente, pelo fato das condições de vento e mar e do Sr. Kelenzinho não saber nadar direito e de ter afundado rápido demais no mar, talvez pela pancada que o fez cair na água, e pela demora em avisar a Marinha para apoiar as buscas e o total de 7 dias até o momento do ocorrido, a probabilidade de encontrar o Sr. Kelenzinho vivo é remotíssima.
Diante disso, a Marinha vem tomando as medidas cabíveis que lhe cabe e aguardando noticias do Sr. Cícero Raimundo da Silva, vulgo "Kelenzinho"
Características Físicas do tripulante desaparecido: Nome: CÍCERO RAIMUNDO DA SILVA “Vulgo” KELEZINHO; Cor: moreno; Estatura: 1,60m altura e 60kg; e Idade: 42 anos; Trajava: Short de cor azul.

Henrique Pereira de Sousa 
Capitão-Tenente (AA)
Agência da Capitania dos Portos de Camocim

Nenhum comentário:

Postar um comentário