domingo, 15 de julho de 2018

Sobral aprova a obrigatoriedade da equipe de enfermagem em farmácias e drogarias que comercializem vacinas

Após Fortaleza se tornar a primeira capital brasileira a contar com legislação específica sobre a permanência da equipe de enfermagem em farmácias e drogarias que comercializem vacinas, a cidade de Sobral, na região Norte do Estado, aprova a medida e se torna a segunda cidade cearense a avançar nesta pauta que assegura a prerrogativa da enfermagem.

O Projeto de Lei 2261/2018, de autoria da vereadora Alessandra Ponte (PDT), garante a permanência de um auxiliar ou técnico de Enfermagem, sob a supervisão de um enfermeiro, em todas as farmácias e drogarias de Sobral que desejarem comercializar vacinas imunobiológicas.

Presidente interina do Conselho Regional de Enfermagem do Ceará (Coren-CE) Ana Paula Lemos celebra a conquista. “Acompanhamos os avanços da enfermagem no Estado com muita satisfação. Através do nosso trabalho de diálogo permanente com as casas legislativas conseguimos aprovar a propositura em Fortaleza e agora seguimos para os demais municípios cearenses. Quero parabenizar ao conselheiro Jeová Morão, que tão bem representa a luta do Coren-CE na Região Norte, e agradecer a vereadora Alessandra Ponte pela sensibilidade em entender que a questão não se trata de corporativismo e sim cuidado com a saúde da população”, concluiu a presidente.

Fonte: Coren-CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário