quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Polícia Federal investiga pacotes "misteriosos" encontrados no litoral de Camocim

A Polícia Federal vai investigar os mais de cento e sessenta pacotes misteriosos encontrados no litoral nordestino. No Ceará, foram encontradas dezoito caixas nas praias de Aracati, Camocim, Caucaia, São Gonçalo do Amarante e no Serviluz, em Fortaleza. 

Segundo o delegado da PF em Alagoas, Agnaldo Mendonça, a expectativa é identificar por meio de uma perícia a origem do material. "A príncipio, vamos identificar do que se trata depois, se houver possibilidade de identificar de onde saiu esse material, e em que condições ele veio parar na costa aqui do litoral de Alagoas, seria o ideal", afirma o delegado. 

Biólogos do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas realizaram um exame laboratorial nos pacotes e constataram que são feitos de um material sintético, derivado do petróleo, podendo causar danos aos animais que ficam na costa. "Ele se deteriorando, ele se fragmentando, os animais vão ingerir isso de certeza e consequentemente vai causar morte de muitos e isso pode retornar pra nós humanos que vai ingerir animais que ingeriram esse material", ressalta, Bruno Stefanis, Presidente do Instituto Biotas de Conservação.

O chefe da Divisão Técnica do Ibama em Alagoas, Rivaldo Couto, disse que os responsáveis pelo descarte podem responder por crime ambiental, além de pagar multa de até R$ 10 milhões.  "A investigação do possível infrator vai ficar a cargo do IBAMA responsabilizar ele criminalmente ou administrativamente, reforça Rivaldo Couto. 

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário