quarta-feira, 21 de novembro de 2018

SAÚDE: Médicos cubanos de Granja e Camocim abandonam suas funções

Com a decisão do Governo de Cuba, anunciada no último dia 14 de novembro, de se retirar do Programa Mais Médicos do Governo Brasileiro, cerca de 8 mil médicos cubanos em todo o país. No Ceará, a decisão pode afetar cerca 118 municípios. 

Segundo informações chegadas a nossa redação, os 12 médicos cubanos lotados em Granja, deverão abandonar suas funções no próximo dia 4 de dezembro. Além disso, Camocim (8), Martinópole (2), Barroquinha (2) e Chaval (1) também estão previstos para saírem de seus postos de trabalho. 

Gestores municipais vêem com preocupação a evasão dos profissionais estrangeiros. Os impactos na área de atenção primária da saúde dos municípios pode gerar super lotação nos postos de saúde e no programa Saúde da Família. 

André Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário