segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Chico Vaulino rompe com deputado Romeu Aldigueri 4 meses depois das eleições

Na tarde do último sábado (16), a população de Camocim, em especial os que não concordam com a gestão do atual governo, aguardava um registro que seria o início de uma trajetória vitoriosa da Oposição nas eleições de 2020. Acontece que, mesmo confirmando sua presença durante a semana, o ex-prefeito Chico Vaulino não compareceu ao encontro.

Vereadores, suplentes de vereador, ex-vereadores, ex-deputado, presidentes de partidos, lideranças políticas, familiares de Vaulino e o próprio deputado estadual Romeu Aldiqueri, apoiado nas últimas eleições por toda a Oposição de Camocim, ficaram frustrados com a atitude do esposo da pretensa candidata a prefeita Euvaldete Ferro (MDB).

Um vídeo foi gravado e divulgado nas redes sociais para apresentar à Camocim a real intenção dos grupos de oposição na cidade: Unir forças contra a Oligarquia Aguiar. No vídeo, o lamento da ausência de Chico Vaulino na reunião foi relato. O que aconteceu a seguir pegou todos de surpresa.

No domingo (17), Chico Vaulino gravou um vídeo rompendo com Aldiguere, e acusando os presentes na reunião de sábado de traição para tomar sua liderança. Na gravação Vaulino pede desculpas a seus eleitores por ter apresentado Romeu como candidato, e sugere aos membros da Oposição que transfiram seus domicílios eleitorais para a cidade vizinha de Granja. É mole? A reação foi imediata.

Logo, várias lideranças políticas e formadores de opinião expressaram sua decepção com a forma de Chico Vaulino tratar seus, até pouco tempo, aliados. Quem traiu quem?

Nos últimos 2 anos, Romeu Aldigueri veio trabalhando na oposição procurando reconstruir a unidade. Seu nome foi o escolhido pelos três principais grupos de oposição na cidade, nas últimas eleições, daí a escolha de sua residência para a reunião, por ser um ambiente neutro. Algumas lideranças não tinham mais diálogo com Chico Vaulino, e outros teriam a primeira oportunidade.

O fato é que a mentira sempre esteve presente na política brasileira, mas pela primeira vez alcançou a condição de método, de estratégia política. Tomar a liderança???

E para completar, aqui em Camocim, todo mundo sabe quem foi que comemorou essa notícia com Chandon e Whisky 12 anos... e não foi da oposição.

Folha de Camocim

Um comentário: