sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Corpo de Bombeiros proíbe o funcionamento do novo Mercado Público de Camocim

O Corpo de Bombeiros do Ceará condenou através de Laudo Técnico as instalações do novo Mercado Público de Camocim. Isso após criteriosa vistoriá detectar várias irreguladores que colocam em risco a vida de feirantes e frequentadores do novo espaço público.

A Vistoria foi solicitada pelo vereador Erasmo Gomes (PSL), que visitou a obra após a prefeitura ter ter liberado seu funcionamento para uso dos trabalhadores.
" O Mercado Público de Camocim não reúne as condições necessárias de funcionamento, isso foi o que acabamos de saber do Corpo de Bombeiros em Sobral, aproveitamos a visita para pegarmos o laudo técnico", disse  Erasmo através de sua página no Facebook. 

"A prefeita coloca a vida das pessoas em risco ao solicitar que os feirantes ocupem os boxs", disse o vereador informando que pedirá, nesta sexta-feira (22), ao Ministério Público do Estado do Ceará, a interdição da obra. 

Ainda de acordo com Erasmo, o próprio Corpo de Bombeiros enviará o Laudo ao MP e solicitará a interdição do equipamento público.

Feirantes rejeitam

No dia 12 de fevereiro o site Revista Camocim publicou AQUI a informação de que o Mercado havia sido rejeitado pelos feirantes, que gravaram vídeos mostrando os compartimentos inadequados da obra. 

Valores

O valor inicial para a obra na licitação era de 2.744.575,9 (Dois Milhões, Setecentos e Quarenta e Quatro Mil, Quinhentos e Setenta e Cinco Reais e Noventa e Nove Centavos). A Prefeitura de Camocim tentou contato com o Governo do Ceará para conseguir uma verba para completar a obra. O Governo atendeu a solicitação, repassando uma contrapartida de R$ 4.137.218,40 (Quatro Milhões, Centro e Trinta e Sete Mil, Duzentos e Dezoito Reais e Quarenta Centavos), conforme Relatório de Julgamento, após licitação, totalizando um valor de R$ 6.881.794.39 (Seis Milhões, Oitocentos e Oitenta e Um Mil, Setecentos e Noventa e Quatro Reais e Trinta e Nove Centavos).

Revista Camocim

Nenhum comentário:

Postar um comentário