terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Mulher se passa por policial para não pagar conta de restaurante e é presa em Sobral


Uma mulher foi presa se passando por policial para não pagar a conta de um restaurante na noite de sábado (24), em Sobral. Conforme a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSPDS), a suspeita se identificou como agente de segurança pública, apresentando uma carteira com o símbolo da Polícia Civil. No entanto, ela não mostrou a identidade funcional, motivo pelo qual o proprietário do estabelecimento acionou a Polícia.
Os PMs encontram Maria Madalena Fernandes Rodrigues, de 36 anos, dentro do restaurante e constataram que ela usava a carteira indevidamente para obter vantagem. 
De acordo com os policiais, a suspeita estava sozinha no estabelecimento e consumiu bebida alcoólica e outros produtos. Madalena recebeu voz de prisão e foi conduzida para a Delegacia Regional de Sobral.
Na unidade policial, após prestar depoimento, a suspeita, que não tinha antecedentes criminais, foi autuada em flagrante pelos crimes de falsificação do selo ou sinal público por fazer uso indevido em proveito próprio e por tomar refeição em restaurante sem dispor de recursos para efetuar o pagamento.
A carteira usada pela mulher ficou apreendida. Maria Madalena foi conduzida para a Cadeia Pública e está à disposição da Justiça.

Diário do Nordeste 

Nenhum comentário:

Postar um comentário