segunda-feira, 20 de maio de 2019

Pescadores camocinenses sobreviveram comendo farinha após embarcação ficar à deriva por 24 dias

Os sete pescadores cearenses resgatados sobreviveram se alimentado de farinha após ficarem cerca de 24 dias à deriva. A embarcação havia saído da cidade de Camocim.
Conforme informações do G1, na manhã deste sábado (18) os tripulantes  prestaram depoimento à Capitania dos Portos, no município de Bragança, no Pará, para o inquérito sobre o caso. 
Segundo familiares, a previsão é que os sobreviventes cheguem ao Ceará neste domingo (19), em um veículo fretado pelo dono da embarcação.
Desaparecimento
A embarcação "Salmo XII M" desapareceu no dia 14 de abril, após apresentar problemas mecânicos. O último contato dos tripulantes com familiares havia ocorrido no dia 20 do mesmo mês.
A embarcação estava à deriva e foi localizada próximo ao município de Bragança, no estado do Pará, segundo a agência da Capitania dos Portos do Estado do Ceará em Camocim.  
Todos os tripulantes foram encontrados com vida e passam bem, segundo a capitania de Camocim. 

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário