terça-feira, 6 de agosto de 2019

Ceará é o terceiro estado do Nordeste com maior registro de novas armas de fogo para pessoa física


O Ceará é o terceiro estado do Nordeste com mais registros de novas armas de fogo. O Estado fica atrás de Rio Grande do Norte, que apresentou 413 novas armas, e de Pernambuco, com 216. O Ceará teve 197 registros de novas armas, conforme os números do Sistema Nacional de Armas (Sinarm). Os dados são referentes ao período de 1º de janeiro a 30 de abril de 2019. Os números foram obtidos pelo O POVO Online por meio da Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal, em Brasília.
Em relação a todos aos estados brasileiros, o Ceará permanece em 14º no número de registro de novas armas. Em primeiro lugar está Minas Gerais (1.599), seguido de Rio Grande do Sul (1.355), Santa Catarina (1.249), Goiás (1.099), Mato Grosso (517), Rio Grande do Norte (413), Rio de Janeiro (345), Pará (337), Bahia (343), Rondônia (258), Pernambuco (216) e Ceará (197). 
Os estados que apresentaram índices menores do que o Ceará são Alagoas (191), Distrito Federal (177), Espírito Santo (138), Sergipe (131), Piauí (120), Paraíba (92), Acre (88), Roraima (78), Amazonas (49), Amapá (49), Tocantins (20) e Maranhão (19). Esses registros são apenas de pessoas físicas e não incluem segurança privada.
Os dados de 2018 são referentes a 1º de janeiro a 31 de dezembro. Neste período foram 623 novas armas de fogo para pessoa física, 533 para segurança pública, 523 para segurança privada e 22 para órgão público. Um total de 1.701 novas armas. Em 16 meses foram 820 novas armas de fogo registradas no Ceará. Aproximadamente 51 novas armas por mês que foram legalizadas no Estado. 
O responsável pelo controle de armas de fogo é o Sistema Nacional de Armas (Sinarm), do Ministério da Justiça, no âmbito da Polícia Federal e com poder em todo o território brasileiro. O Sinarm é responsável pelo controle de armas em poder da população, conforme a PF. A atribuição é prevista na Lei 10.826/03 (Estatuto do Desarmamento).

Opovo Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário