terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Camocinense que morava no Paraná morre por suspeita de infarto

A camocinense Cíntia Lima faleceu aos 29 anos de idade na cidade São José dos Pinhais, no estado do Paraná. A causa da morte ainda será atestada em um laudo médico a ser disponibilizado a família, porém os sintomas levantam a suspeita de infarto. 

Cíntia sentia dor nas costas e dormência no braço e o óbito se deu quando a vítima dormia de segunda para domingo, 19. O sepultamento ocorreu na cidade onde Cíntia residia no estado paranaense. 

Ainda neste domingo, 19, registramos falecimento do Professor Caetano Araújo, camocinense, docente da Escola Francisco Ottoni Coelho no bairro Boa Esperança pela mesma causa: infarto.

Infarto

O infarto agudo do miocárdio é a segunda causa de morte do Brasil. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares matam mais de 70 mil brasileiros por ano. O infarto ocorre quando o fluxo que leva o sangue até o miocárdio é bloqueado por um tempo, de modo que o músculo cardíaco sofra danos ou morra.

Encaminhamos nossa solidariedade as famílias e amigos das vítimas citadas. 

André Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário