segunda-feira, 2 de março de 2020

Lama escura nas ruas do centro de Camocim gera odor forte e expõe risco de infecções

Quem acessa o centro comercial de Camocim, de dia ou de noite, precisa atravessar a lama de cor escura que se concentra na encosta das calçadas da rua Alcindo Rocha, próximo a Praça Pinto Martins, rua general Sampaio e outras ruas. A situação é desagradável e gera riscos de contaminação. 

Um flanelinha que trabalha no local afirma que já contraiu doenças infecciosas nos pés por ter que, muitas vezes, pisar na lama para cumprir seu serviço. A mesma situação expõe motoristas que estacionam seus veículos. 

A principal reclamação vem de comerciantes do entorno, especialmente frigoríficos, padarias e lanchonetes que têm seus negócios prejudicados pelo mau cheiro forte vindo da lama. 


Desde 2017, a Prefeitura de Camocim executa uma obra de saneamento básico ao custo de R$ 52 milhões. Os benefícios da referida obra, que padece de atrasos e paralisações, ainda não pode ser observado pela população do centro e adjacências. 

André Martins

2 comentários: