sexta-feira, 20 de março de 2020

Ruas e avenidas vazias em Camocim vira cenário desolador

Encerramos o dia de hoje com a sensação de estarmos vivemos todos um início de um pesadelo.  Ou, talvez algo pior: a manifestação da realidade diante de nossos olhos. O cenário de ruas e avenidas vazias em plena quinta-feira em Camocim, feriado de São José, mostra uma cena desoladora. 

Com o avanço do cenário de pandemia de coronavírus no Ceará, a medida mais sensata é ficar em casa e cumprir o isolamento domiciliar. O efeito colateral disso é a queda nas vendas e o fracasso econômico que bares, restaurantes, hotéis, casas de shows e trabalhadores informais sofrerão nos próximos dias. 

Nesta quinta-feira, 19, o Governador Camilo Santana recomendou que cearenses evitem sair de casa e determinou o fechamento de comércio e bloqueio de divisas. Terminais aéreos, portuários e rodoviários também tiveram o funcionamento suspenso por medida de controle sanitário. 

O estado fechou o dia com a confirmação de novas contaminações por covid-19 elevando o número para 24 casos da doença. O número de casos suspeitos saltou de 259 para 766 em 24 horas. 

Camocim, Acaraú, Senador Sá e Jijoca são algumas cidades que registraram casos suspeito de coronavírus. 

Os prejuízos que estão sendo causados ao comercio serviços e turismo em Camocim caminha para ser um dos maiores dos últimos anos. A cidade registra fechamento de hotéis por tempo indeterminado. 

André Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário