quarta-feira, 4 de março de 2020

Sete PM's de Camocim estão na lista dos 42 militares punidos por deserção

Dos 42 policiais militares que foram excluídos do serviço ativo da Polícia Militar do Ceará, sete são de Camocim e quatro de Granja. A publicação foi divulgada no final da tarde desta terça-feira, 03, no Diário Oficial do Estado do Ceará, logo após a aprovação da PEC que proíbe a anistia a militares envolvidos em motins e paralisações no estado. 

Os policiais listado no DOE nesta terça fazem parte da lista dos 230 agentes afastados da corporação por envolvimento atos de indisciplina. Eles já foram excluídos na folha de pagamento por 120 dias. 

"Resolve excluir do serviço ativo da Polícia Militar do ceará, a contar do dia 21.02.2020, com a consequente perda da remuneração os militares estaduais", diz o trecho do Diário oficial.

Embora tenham sido excluídos do serviço ativo, "haverá imediata reinclusão aos quadros para que os referidos policiais possam responder ao processo dentro da corporação", informa nota da PM/CE. 

A lista com nomes, patente, matricula e cidade que atuam contam no Diário Oficial divulgado nesta terça-feira. 

Ainda nesta terça-feira, 03, a Assembleia Legislativa do Ceará, aprovou, por maioria de 34 votos favoráveis, dois contrários e uma abstenção, a PEC proibindo a anistia aos militares envolvidos com o movimento de paralisações no estado. O texto constitucional foi promulgado e já esta em vigor. 

André Martins/colaboração Miqueias Santos/Informações Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário