domingo, 31 de maio de 2020

Capitania dos Portos de Camocim envia nota sobre pescador desaparecido

Foto da embarcação e da vítima Marcelo da Silva Pereira 

Sobre o desaparecimento do pescador camocinense Marcelo, a Capitania dos Portos de Camocim, agência da Marinha do Brasil no município encaminha nota informativa. Leia abaixo:

"Até o presente momento, foram levantadas as seguintes informações, as quais carecem de aprofundamento para garantir a sua fidedignidade:

Em 14 de maio, a embarcação “4 DE ABRIL I” demandou de Luís Correia-PI, a fim de realizar atividade de pesca, com previsão de passar 22 dias no mar. No dia 26 de maio, a uma distância aproximada de 70 milhas náuticas (cerca de 130 km) da cidade de Tutóia, no Maranhão, por volta das 10h, o pescador MARCELO DA SILVA PEREIRA (36 anos) avistou uma boia de marcação de rede de pesca ao largo e, segundo relato do Mestre da embarcação, o pescador pulou com o intuito de resgatar essa boia. Na ocasião, o mar apresentava forte corrente, afastando-o rapidamente da embarcação, até que o pescador havia sumido do visual, não sendo possível efetuar o seu resgate. Assim, após a frustrada tentativa de resgate, a embarcação regressou para Camocim-CE, atracando hoje, dia 31, por volta das 8h.

Nesse sentido, a Agência da Capitania dos Portos em Camocim, a par dessas informações, notificou o incidente ao Centro de Coordenação SAR (Seach and Rescue – Busca e Salvamento) responsável pela área do desaparecimento, no âmbito do Serviço de Busca e Salvamento Marítimo Brasileiro. Além disso, designou uma Equipe de Busca e Salvamento com o propósito
de verificar o ocorrido, estabelecendo contato imediato com o Mestre e Tripulantes da embarcação “4 DE ABRIL I” e familiares do desaparecido, a fim de colher maiores informações, bem como disseminar o ocorrido às Colônias de Pescadores e demais membros da Comunidade Marítima.

As próximas ações e providências estarão sob a coordenação do SALVAMAR NORTE, subordinado ao Comando do 4° Distrito Naval, sediado em Belém-PA.

Um inquérito administrativo deverá ser instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades pelo ocorrido."

Ricardo Peixoto
Tenente/Capitão da Marinha 


André Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário