quinta-feira, 7 de maio de 2020

Eleito um dos barcos mais caros do mundo, Pilar Rossi de Nelson Piquet é desmontado em Camocim

O veleiro de luxo, Pilar Rossi, considerado um dos barcos mais caros do mundo, de propriedade do ex-piloto de F1, Nelson Piquet, teve seu fim consumado na costa do litoral de Camocim, recentemente. 

O barco atracou em águas camocinenses em maio de 2017 e era considerado uma especie de atração turística na cidade. Entre idas e vindas, a embarcação, que percorreu vários países, permaneceu em Camocim sem uso e sendo destruído pela erosão e a maresia. 

Segundo informações obtidas com exclusividade pelo Blog CPN, a empresa detentora do Pilar Rossi teria acumulado dívidas e perdas durante sua permanecia e a embarcação, que já  presentava falhas, teria sido desmontada e as peças vendidas com o objetivo de quitar o passivo da dívida da empresa. 

Junto com a chegada do veleiro a Camocim, veio a ideia de instalação de um estaleiro particular, que Nelson Piquet iria instalar na Praia dos Coqueiros. Infelizmente, passados dois anos, o projeto foi interrompido e o barco foi desfeito na costa do litoral camocinense. 

Segundo a publicação do site catawiki.pt, o veleiro, transformado em Iate a vela com 64 metros de comprimento foi comprado pelo ex-piloto de F1, Nelson Piquet, em 1980 por 65 milhões de euros. 
Por onde passou, o Pilar Rossi foi prestigiado pela beleza e o charme. Não é atoa que foi considerado um dos mais iates mais bonitos e caros do mundo. 

Por André Martins

2 comentários:

  1. Nos outros estaleiros minha se embarcações e o nosso tão sonhado e prometido estaleiros desmancha embarcações mais e assim cada um tem o estaleiro que merece

    ResponderExcluir
  2. Realmente cadê o o tão prometido estaleiro...

    ResponderExcluir