domingo, 24 de maio de 2020

Quarentena impulsionou a abertura de 100 mil lojas virtuais

O período de maior mudança na rotina da sociedade moderna, no Brasil, já trás resultados. Se por um lado, as lojas físicas têm amargado resultados ruins e muitas já estão fechando de vez as portas, por outro a quarentena já impulsionou e proporcionou a abertura de dezenas de comércios eletrônicos.
De acordo com a coluna de Joana Cunha, na Folha, foram abertos cerca de 100 mil e-commerces entre o início de março e o final de abril. Os números são da ABComm (associação do setor de e-commerce).
Ainda segundo a colunista, antes da chegada do coronavírus, a média mensal de novos negócios virtuais ficava em torno de 10 mil novas lojas.
Segundo o Jornal Valor, nesse período, houve aumento de 37% no número de vendas online e os seis setores que mais cresceram foram:
  • calçados (93,08%)
  • bebidas (78,90%)
  • supermercado (34,44%)
  • artigos esportivos (25,75%)
  • móveis e decoração (23,61%)
  • moda (18,38%)

Os números são baseados em dados da ABComm e da Konduto.


Fonte: e-commerce Brasil 

Nenhum comentário:

Postar um comentário