sábado, 18 de julho de 2020

Reneida, Ivonilde e Jéssica: camocinenses exemplo de sucesso na carreira militar

Tomamos a licença de escrever sobre essas três mulheres camocinenses que são verdadeiros exemplo de sucesso profissional. Reneida Monteiro, Ivonilde Pereira e Jéssica Santos. Três gerações diferentes na carreira militar à serviço da pátria. 

Antes, porém, é preciso deixar claro nossa posição de repúdio sobre áudios com conteúdo de cunho depreciativo proferido por policiais cearenses em relação a mulheres na polícia. Tais mensagens que vieram a público, também foram rechaçadas pelo Governo do Estado e pela Secretaria de Segurança pública e pela corporação feminina da PM. 

Sobre os referidos áudios, um inquérito policial militar foi aberto pelo aberto pelo Comando da PM/CE para apurar a conduta de agentes públicos que foram pegos atacando a honra e imagem da mulher policial cearense. O fato, porém, não está relacionado a Camocim. 

Camocim é uma das cidades da região Norte com maior número de aprovados em concursos públicos na carreira militar. A Cabo Reneida Monteiro é uma delas. A camocinense está na PM do Ceará desde setembro de 2007. Atuou durante anos na 3° Companhia do 3° BPM sediado em sua cidade natal e hoje, é membro do Batalhão de Polícia Ambiental, Companhia de Sobral. 

Ivonilde Pereira é uma das policiais mais veteranas de Camocim. Em dezembro de 2019, foi a única mulher do interior do Ceará a receber a patente de Subtenente da PM/CE. Ao todo, são mais de 25 anos de atuação a serviço da sociedade cearense. Obrigado, Ivonilde!

Jéssica Santos é a mais jovem policial feminina de Camocim e se duvidar, a primeira mulher a ingressar na corporação da Polícia Rodoviária Federal. Apesar da pouca idade, a jovem também é Pós-graduada em Engenharia Civil e faz parte da última turma de aprovados na PRF. Engenheira formada e Servidora pública federal, desejamos a Jéssica muito sucesso na sua jornada.

Nada melhor como o exemplo de sucesso de nossas três camocinenses para demonstrar o sentido da frase: "lugar de mulher é onde ela quiser, inclusive na polícia". 

André Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário