terça-feira, 25 de agosto de 2020

Câmara convoca sessão de julgamento de cassação do mandato de Erasmo Gomes

 

Em edital publicado pelo Câmara de Vereadores de Camocim, o Presidente Kleber Trévia, convoca sessão de julgamento do parecer da comissão processante que apura possível quebra de decoro parlamentar por parte do vereador Erasmo Gomes (PSL). A convocação extraordinária está agendada para esta quarta-feira, 26, às 17 horas no plenário Murilo Aguiar. 

No dia 28 de agosto de 2019, a Câmara havia votado por maioria a cassação do mandato do Vereador no mesmo processo, porém, o juiz Thales Pimentel Saboia havia concedido um mandado de segurança impetrado pela defesa de Erasmo suspendendo os efeitos da votação. 

A decisão do magistrado, por sua vez, tinha caráter provisório e após exauridas as etapas do processo pela comissão, um novo julgamento foi marcado para amanhã, 26. A comissão processante formada pelos vereadores Emanoel Vieira, Kleber Trévia e Marcos Colho, que deverão dar lugar aos suplentes por conta do impedimento eleitoral. 

Ainda no último dia 11 de novembro do ano passado, o Ministério Público Estadual - MPE enviou parecer sobre o processo. No documento encaminhado a justiça, o órgão apoia a manutenção do mandato eletivo do parlamentar e considera que houve "ausência de fundamentação idônea para a conclusão do processo de cassação repentina..." e que a intensão da Comissão Processante não era apurar a verdade dos fatos, e sim, retirar de forma abrupta o edil (impetrante) que fora eleito por por parcela dos cidadãos camocinenses de forma legítima

Diante da iminente perda de mandato, Erasmo Gomes se diz vítima de perseguição política por parte do grupo político de situação, em razão da forma como conduz seu mandato. Na manifestação do parlamentar, esse é o preço de se fazer uma oposição firme denunciando os supostos desmandos da gestão atual de Camocim. 

André Martins 

Nenhum comentário:

Postar um comentário