quarta-feira, 2 de setembro de 2020

Erasmo se auto intitula "Soldado de Camocim" e afirma que continua pré-candidato a vereador

 


O vereador cassado, Erasmo Gomes (PSL), afirmou em suas redes sociais que permanece pré-candidato a vereador de Camocim nas eleições de 15 de novembro deste ano. O ex-parlamentar se auto intitula “soldado de Camocim” mantém sua postura firme e confiante no retorno a sua cadeira na Câmara municipal. 

Na última semana, Erasmo Gomes teve o mandato cassado pelo plenário da casa que aprovou por 13 votos a 2 o relatório final da comissão processante que previa a perda do mandato do vereador e a consequente inelegibilidade por 8 anos subsequente. O que significa que se o parlamentar cassado não conseguir reverter sua derrota na justiça, ficará fora da disputa eleitoral por oito anos seguidos. 

Erasmo atribui sua cassação a perseguição política orquestrada pelo grupo político do Deputado Sérgio e a prefeita Mônica Aguiar (PDT) por conta da forma como conduzia seu mandato. A defesa de Erasmo busca na justiça de segunda instância uma decisão que suspenda os efeitos da sessão da Câmara que julgou sua cassação. 

A proximidade das convenções eleitorais impõe pressa a resposta ao pleito do vereador junto a justiça.

André Martins 

Nenhum comentário:

Postar um comentário