quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Em clima de polarização, camocinenses vão escolher sua próxima Prefeita neste dia 15 de novembro

 


Há cerca de 10 dias para a eleições municipais, os camocinenses vão as urnas no dia 15 deste mês escolher a próxima prefeita do município a partir do dia 1º de janeiro de 2021. O clima típico de acirramento, característica própria dos pleitos eleitorais na cidade, predomina mais uma vez. 

O eleitorado de cerca de 45 mil pessoas se dividem entre duas candidaturas: a da ex-primeira dama Euvaldete Ferro (MDB) e da ex-secretária de educação, Betinha (PDT). Ambas contam com apoios expressivos. 

Se de um lado tem Betinha conta com o apoio da atual Prefeita e do Deputado Estadual Sérgio Aguiar e do Dep. Federal Leônidas Cristino, do outro tem a candidata de oposição, Euvaldete, que reuniu o maior arco de aliança partidária do município e conta com o apoio dos deputados Romeu Aldigueri e José Airton. Camilo Santana (PT) se mantém neutro na disputa local. Tanto Mônica e Sérgio, quanto Romeu e Euvaldete são aliados do governador do Ceará. 

Com vitória apertada em 2016, a atual prefeita Mônica Aguiar precisa fazer sua sucessora para a permanência de seu grupo sob o comando da prefeitura. Para isso, precisa vencer uma oposição que caminha com confiança e coragem rumo ao seu objetivo. 

Diante do cenário extremamente polarizado, qual projeto político você aposta para Camocim em 2021 ? 

André Martins

2 comentários: