terça-feira, 8 de dezembro de 2020

Três vereadores governistas desejam a presidência da Câmara em Camocim

 


Marcada para ocorrer nos primeiros dias da nova legislatura, a eleição para a mesa diretora da Câmara de Vereadores de Camocim movimenta os bastidores do poder. No grupo governista, três nomes se lançam como pretensos candidatos: Emanoel Vieira, Lúcia Melo e Jeová Vasconcelos, todos do PDT. 

O atual Presidente, César Veras, deverá convocar nos primeiros dias de janeiro a eleição para o biênio 2021/2022. 

O cargo é considerado estratégico para os planos do governo de Elizabete Magalhães, uma vez que caberá sempre ao presidente do legislativo pautar os projetos do executivo, liberação de verbas suplementares e demais ações que dependam do aval do Câmara. 

Com maioria absoluta das cadeiras, o novo presidente deverá ser da base aliada da prefeita. A oposição ainda não definiu se lançará candidatura. 

Emanoel Vieira é vereador eleito para seu 3º mandato consecutivo na Câmara Municipal e desde então se mantém como um dos mais votados. Formado em Serviço social e cursando Direito é um nome forte na preferência do grupo, mesmo seja remanescente do grupo de oposição. 

Lucia Melo Freitas ou Lúcia da Ematerce é a única que possui relação embrionária com o grupo Aguiar. É uma experiente parlamentar e uma defensora ferrenha do governo. Recentemente esteve reunida com Sérgio Aguiar, seu chefe político. 

Jeová Vasconcelos também foi eleito para o seu terceiro mandato consecutivo ficando entre os 10 mais votados. Atual secretário de segurança pública do município, o mesmo também é um dos que foram eleitos, a primeira vez, no palanque da oposição. Sua posição é de destaque no governo, porém, precisará reunir apoios para se viabilizar na disputa.

André Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário