quinta-feira, 29 de julho de 2021

Dj Ivis pode ser solto! Defesa pedirá a revogação da prisão do músico

A Polícia Civil do Ceará finalizou o primeiro inquérito contra Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis. O Diário do Nordeste obteve nesta terça-feira (27), em primeira mão, informações que DJ Ivis não foi indiciado por tentativa de homicídio contra Pamella Holanda. A suspeita que ele chegou a atentar contra a vida da ex-companheira foi o que levou a Justiça cearense a expedir mandado de prisão contra o artista no último dia 14 de julho.

Conforme apurou a reportagem, pelo inquérito concluído na Delegacia Metropolitana de Eusébio, o DJ foi indiciado pelos crimes: lesão corporal leve a mulher em âmbito familiar, injúria e ameaça. Para todos estes crimes, o Código Penal brasileiro prevê pena de detenção, e não de reclusão.

Em nota, a Polícia Civil confirmou a informação e disse que o inquérito, instaurado no último dia 3 e concluído no último dia 22, já foi remetido ao Poder Judiciário. "Com a conclusão das investigações, o suspeito foi indiciado pelos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica", disse trecho do documento.

Com a conclusão do inquérito que tramitava no Eusébio, a defesa do DJ tem expectativa que a Justiça seja a favor da revogação da prisão e Ivis possa ser solto. "Vamos apresentar este pedido para revogar a prisão preventiva", disseram os advogados ao Diário do Nordeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário